Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: C:\Users\Ervas\Desktop\ervas e doencas\aborto_arquivos\image001.jpg

Voltar a pagina inicial

Anti-espasmódico

Fone 43 3325 5103

Vários chás de plantas medicinais são preparados tradicionalmente para aliviar cólicas menstruais. As ervas que relaxam os músculos são conhecidas como antiespasmódicas e contêm fitoquímicos que facilitam espasmos musculares e relaxam o útero. Muitas destas ervas também possuem um suave efeito sedativo, acalmando os nervos ao mesmo tempo que aliviam as dores de cólicas menstruais.

Terapias alternativas também podem proporcionar um alívio significativo da dor. O uso da aromaterapia no tratamento natural da cólica menstrual por meio de massagens abdominais relaxantes, pode ter efeito benéfico para liberar a dor e a tensão do baixo ventre. Algumas das ervas aromáticas mais utilizadas para este fim são o gerânio, a camomila e o jasmim. Tais ervas podem ser usadas em forma de óleo de massagem, incenso ou serem adicionadas banhos de ervas.

Vários chás para cólicas intestinais são conhecidos na fitoterapia. O chá de framboesa e o chá de erva-cidreira são muito utilizados para aliviar os sintomas da dismenorreia. Um importante uso medicinal da erva-cidreira consiste em promover a menstruação e aliviar as dores durante o período menstrual. Além disso, outros chás e plantas medicinais são muito indicados para o tratamento natural das cólicas menstruais:

  • Cohosh-preto – A Cimicifuga racemosa é uma das plantas medicinais com maiores propriedades para a saúde da mulheres e também é muito utilizada para aliviar dores de cólicas menstruais, vez que possui poderosas propriedades antiespasmódicas.
  • Camomila – Na Inglaterra, a camomila é uma das ervas medicinais mais utilizadas para o tratamento da menstruação irregular. A camomila contém um agente antiespasmódico muito forte que relaxa músculos tensos e alivia dores no corpo e dor pré-menstrual.
  • Cava cava – O cava cava (Piper methysticum) possui fitoquímicos chamado kavaloactones, que aliviam o estresse e influem no relaxamento dos músculos. O kava-kava também possui uma propriedade curiosa para o trato genito-urinário, especialmente em mulheres, relaxando o útero e tornando-o especialmente útil contra cólicas menstruais.
  • Gengibre – O chá de gengibre direciona o sangue para a região pélvica e ajuda a aliviar os bloqueios pélvicos. Suas propriedades antiespasmódicas relaxam a musculatura lisa e, assim, ajudam a aliviar as cólicas menstruais.
  • Inhame-selvagem – A Dioscorea villosa é conhecida por suas propriedades anti-inflamatórias e antiespasmódicas, o que a torna capaz de diminuir a dor menstrual, bem como a inflamação associada à endometriose, que leva ao tecido cicatricial. No entanto, como antiespasmódico, o inhame já foi utilizado com sucesso na cura da cólica biliar, sendo efetiva para reduzir as náuseas em mulheres grávidas. A planta também é valiosa para aliviar dores de cólica causadas por cólera, soluços e asma espasmódica.
  • Viburno – A casca do Viburno prunifolium contém pelo menos quatro fitoquímicos que facilitam o relaxamento de cólicas uterinas. O viburno é útil para relaxar o útero, tratar cólicas uterinas e dismenorreia.

Outras ervas medicinais também são utilizadas na medicina alternativa para aliviar dores de cólicas menstruais, incluindo o açaí (Euterpe oleracea), babosa (Aloe vera) cohosh-azul (Caulophyllum thalictroides), Dong quai (Angelica sinensis), peônia (Paeonia officinalis), verbena (Verbena officinalis), Vitex agnus castus, dentre outras.