Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: C:\Users\Ervas\Desktop\ervas e doencas\aborto_arquivos\image001.jpg

Voltar a pagina inicial

Menstruação, aumenta o fluxo

Fone 43 3325 5103

Como Parar Naturalmente uma Menstruação Muito Forte

A menorragia, mais conhecida por hemorragia ou menstruação excessiva, pode ocorrer algumas vezes durante a vida de uma mulher e afeta a rotina dela. Esse problema não só interfere em atividades físicas, mas também nas vidas emocional e social. Além disso, se não for tratada, pode causar problemas sérios de saúde, como anemia ferropriva. Para parar a menorragia, é possível usar remédios naturais ou mudar a alimentação.

Método 1 de 3: Usando remédios caseiros

Descrição: Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 1.jpg

1

Aplique uma bolsa de gelo para reduzir a perda de sangue, além da dor.

O gelo causa vasoconstrição, ou seja, a contração dos vasos sanguíneos; por isso a redução da perda de sangue.

Coloque uma bolsa de gelo sobre o abdômen por não mais de 20 minutos.

O uso prolongado impede a circulação do sangue, portanto, quando o local começar a ficar dormente, remova a bolsa de gelo.

Reaplique-a após 2 ou 4 horas, durante toda a duração dos sintomas.

Método 1 de 3: Usando remédios caseiros

Descrição: Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 1.jpg

1

Aplique uma bolsa de gelo para reduzir a perda de sangue, além da dor.

O gelo causa vasoconstrição, ou seja, a contração dos vasos sanguíneos; por isso a redução da perda de sangue.

Coloque uma bolsa de gelo sobre o abdômen por não mais de 20 minutos.

O uso prolongado impede a circulação do sangue, portanto, quando o local começar a ficar dormente, remova a bolsa de gelo.

Reaplique-a após 2 ou 4 horas, durante toda a duração dos sintomas.

Anúncio

Descrição: Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 2.jpg

2

Método 1 de 3: Usando remédios caseiros

 

1

Aplique uma bolsa de gelo para reduzir a perda de sangue, além da dor.

O gelo causa vasoconstrição, ou seja, a contração dos vasos sanguíneos; por isso a redução da perda de sangue.

Coloque uma bolsa de gelo sobre o abdômen por não mais de 20 minutos.

O uso prolongado impede a circulação do sangue, portanto, quando o local começar a ficar dormente, remova a bolsa de gelo.

Reaplique-a após 2 ou 4 horas, durante toda a duração dos sintomas.

Anúncio

 

2

Experimente pé-de-leão para contrair os músculos do útero e reduzir o fluxo sanguíneo. Essa erva é muito utilizada no tratamento da menorragia no mundo todo.

Também é conhecida como alchemilla vulgaris.

A folha dessa erva é utilizada na produção de medicamentos com fortes efeitos contráteis, coagulantes e adstringentes.

Essas características ajudam a normalizar o nível da menstruação.

Dose de 10 a 30 gotas, três vezes por dia, por 2 ou 3 semanas antes do ciclo menstrual começar. O fluxo sanguíneo será bastante reduzido.

 

3

Use bolsa-de-pastor para um alívio imediato. Essa erva reduz o fluxo de sangue dentro de alguns minutos e também fornece alívio quando tomada durante uma menorragia.

Também é conhecida como capsella bursa pastoris.

Administre 1 ml de água morna com 1 ou 2 colheres (chá) de bolsa-de-pastor.

Essa erva também auxilia no sangramento pós-parto.

Ela tem uma forte propriedade adstringente, a qual contrai os vasos sanguíneos, consequentemente diminuindo o fluxo de sangue.

Induz contrações musculares no útero bastante poderosas e leva à compressão da veia localizada entre as fibras musculares do local.

 

4

Use confrei para contrair os vasos sanguíneos. Ele tem notáveis propriedades adstringentes, as quais promovem a vasoconstrição (fechamento dos vasos sanguíneos) e reduzem o sangramento.

É bastante conhecido como um remédio para a hemorragia.

Seu melhor uso é em forma de chá.

Misture 2 colheres (chá) de confrei com água morna e deixe em infusão por meia hora.

Beba um copo desse chá por dia durante a menorragia.

 

5

Use vitex para equilibrar os hormônios. Essa planta tem a habilidade de induzir a produção de progesterona, a qual inibe a menstruação.

Também conhecida como vitex agnus castex.

O vitex normaliza o ciclo feminino de hormônios promovendo a liberação de altas quantidades de progesterona e inibindo a produção de estrogênio.

Isso pode reduzir o sangramento uterino.

Use 30 gotas de extrato ou tintura de vitex 4 vezes por dia durante a menstruação.

 

6

Incorpore canela à alimentação. Esse condimento é bastante utilizado na culinária, mas também fornece alívio à menorragia.

A canela contém taninos, os quais ajudam a reduzir o sangramento.

Misture 1 xícara de água com 1 colher (chá) de canela em pó e tome a cada 15 minutos durante o ciclo menstrual.

 

7

Use sementes de mostarda para normalizar o ciclo. A menorragia pode ser controlada facilmente com esse remédio natural.

Misture 2 g de sementes de mostarda em pó com leite e beba antes e durante o ciclo menstrual.

 

8

Coma flor de bananeira (umbigo do cacho) para aumentar a progesterona. Os extratos dessa planta aumentam a quantidade de progesterona produzida pelo organismo, equilibrando os hormônios e reduzindo o sangramento.

Quando cozida, a flor de bananeira pode ser misturada com coalhada e incluso na dieta.

Também fornece alívio durante a menorragia.

 

9

Use framboesa vermelha para fortalecer os músculos uterinos. Similar à canela, essa fruta contém tanino conhecidos por ajudar no fortalecimento dos músculos.

O efeito secante dos taninos ajuda na redução do fluxo menstrual excessivo.

Lave 2 xícaras de folhas de framboesa, coloque numa panela com 2 xícaras de água e deixe ferver.

Peneire e beba de 1 a 2 xícaras desse tônico todos os dias.

 

10

Tome vinagre de maçã. Esse tipo de vinagre contém propriedades que podem desacelerar e regular o fluxo menstrual.

Acrescente 2 colheres (chá) de vinagre de maçã em um copo d'água.

Beba 3 vezes por dia durante a menstruação.

Anúncio

Método 2 de 3: Modificando a alimentação

 

1

Comece a Dieta Mediterrânea para regular o período. Ela consiste numa combinação de alimentos saudáveis, como frutas, legumes, peixes, carne e grãos integrais.

Geralmente, as escolhas contêm poucos sódio, carboidrato e gordura saturada, além de muita proteína.

Evite alimentos não saudáveis para ajudar a prevenir inchaços e sangramentos excessivos devido à menstruação.

 

2

Consuma vagem para conseguir vitamina B. Esse legume é rico em fibras e vitamina B, a qual previne cãibras.

As vitaminas do complexo B são essenciais na hora de converter o estrogênio em excesso no fígado.

Também promovem a síntese das prostaglandinas, as quais são componentes essenciais para reduzir coágulos sanguíneos anormais.

Quantidades insuficientes de vitamina B impedem a produção de prostaglandinas boas e levam à menorragia.

 

3

Coma verduras e frutas ricas em ferro e vitamina C para promover coágulos. O ferro é essencial na formação de células vermelhas do sangue, e uma deficiência desse nutriente pode levar à anemia (uma inabilidade do sangue de coagular adequadamente). A vitamina C e o ferro têm um efeito sinérgico, ou seja, essa vitamina é necessária para que o ferro seja absorvido de maneira eficaz pelo corpo.

Uma diminuição nos níveis de ferro aumenta a perda de sangue por meio da menstruação e provoca a menorragia.

A ingestão diária recomendada de ferro é de 1,8 mg.

Ingira alimentos como ervilhas, carnes, batatas e todos os tipos de verduras para conseguir uma boa quantidade de ferro na alimentação.

O ferro encontrado em alimentos ou suplementos é o férrico, o qual não é prontamente absorvido pelo organismo.

A vitamina C converte o ferro férrico em ferroso, facilitando sua absorção.

Frutas e legumes cítricos são boas fontes desse nutriente.

 

4

Aumente a ingestão de alimentos ricos em magnésio para evitar o excesso de estrogênio. O magnésio é um mineral vital para balancear os hormônios femininos, como a progesterona e o estrogênio.

Conforme a concentração de magnésio diminui, os níveis de estrogênio aumentam, resultando em sangramento excessivo.

As mulheres com menorragia devem aumentar o consumo de alimentos ricos nesse mineral.

Uma boa fonte de magnésio é o chocolate amargo.

Anúncio

Método 3 de 3: Remédios naturais

 

1

Homeopatia: os remédios homeopáticos ajudam os vasos sanguíneos do útero a contrair, consequentemente evitando o sangramento excessivo, melhorando a tonificação muscular e fornecendo nutrientes como ferro e outras vitaminas para ajudar a prevenir a anemia. A ressonância homeopática utiliza sarcodes para ensinar às glândulas endócrinas e aos órgãos reprodutivos a funcionarem corretamente. Esses remédios corrigem os desequilíbrios hormonais e ajudam a controlar os componentes psicológicos responsáveis pelos sintomas. Diversos estudos provaram que eles ajudam no tratamento da menorragia.

Uma importante pesquisa sugere que a ressonância homeopática regula o balanço de estrogênio-progesterona, garantindo efeitos duradouros no alívio da menorragia. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2077876/

Outro estudo sugere que esses remédios diminuem a gravidade e a duração do sangramento menstrual. http://www.biogetica.com/how-to-find-natural-menorrhagia-medicine-treatments-cures

 

2

Remédios fitoterápicos: muitas ervas têm propriedades adstringentes utilizadas por anos e anos para controlar o sangramento uterino excessivo. Além disso, são fontes naturais de fito-hormônios, os quais corrigem o desequilíbrio hormonal e ajudam a controlar a menorragia.

Shatavari (Asparagus racemosus): é bastante eficaz no equilíbrio dos hormônios femininos, além de ajudar no funcionamento do sistema endócrino como um todo. http://www.ijpba.info/ijpba/index.php/ijpba/article/view/305

Açoca (Saraca indica): diversas pesquisas apontam essa erva como essencial no tratamento da menorragia. http://www.ijpcsonline.com/files/73-533.pdf

Symplocos racemosa: tem propriedades adstringentes e contrai os vasos sanguíneos do útero, impedindo o sangramento excessivo. http://www.google.com/patents/US6455077

 Descrição: Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 3.jpg

3 Método 1 de 3: Usando remédios caseiros

 

1

Aplique uma bolsa de gelo para reduzir a perda de sangue, além da dor.

O gelo causa vasoconstrição, ou seja, a contração dos vasos sanguíneos; por isso a redução da perda de sangue.

Coloque uma bolsa de gelo sobre o abdômen por não mais de 20 minutos.

O uso prolongado impede a circulação do sangue, portanto, quando o local começar a ficar dormente, remova a bolsa de gelo.

Reaplique-a após 2 ou 4 horas, durante toda a duração dos sintomas.

Anúncio

 

2

Experimente pé-de-leão para contrair os músculos do útero e reduzir o fluxo sanguíneo. Essa erva é muito utilizada no tratamento da menorragia no mundo todo.

Também é conhecida como alchemilla vulgaris.

A folha dessa erva é utilizada na produção de medicamentos com fortes efeitos contráteis, coagulantes e adstringentes.

Essas características ajudam a normalizar o nível da menstruação.

Dose de 10 a 30 gotas, três vezes por dia, por 2 ou 3 semanas antes do ciclo menstrual começar. O fluxo sanguíneo será bastante reduzido.

 

3

Use bolsa-de-pastor para um alívio imediato. Essa erva reduz o fluxo de sangue dentro de alguns minutos e também fornece alívio quando tomada durante uma menorragia.

Também é conhecida como capsella bursa pastoris.

Administre 1 ml de água morna com 1 ou 2 colheres (chá) de bolsa-de-pastor.

Essa erva também auxilia no sangramento pós-parto.

Ela tem uma forte propriedade adstringente, a qual contrai os vasos sanguíneos, consequentemente diminuindo o fluxo de sangue.

Induz contrações musculares no útero bastante poderosas e leva à compressão da veia localizada entre as fibras musculares do local.

 

4

Use confrei para contrair os vasos sanguíneos. Ele tem notáveis propriedades adstringentes, as quais promovem a vasoconstrição (fechamento dos vasos sanguíneos) e reduzem o sangramento.

É bastante conhecido como um remédio para a hemorragia.

Seu melhor uso é em forma de chá.

Misture 2 colheres (chá) de confrei com água morna e deixe em infusão por meia hora.

Beba um copo desse chá por dia durante a menorragia.

 

5

Use vitex para equilibrar os hormônios. Essa planta tem a habilidade de induzir a produção de progesterona, a qual inibe a menstruação.

Também conhecida como vitex agnus castex.

O vitex normaliza o ciclo feminino de hormônios promovendo a liberação de altas quantidades de progesterona e inibindo a produção de estrogênio.

Isso pode reduzir o sangramento uterino.

Use 30 gotas de extrato ou tintura de vitex 4 vezes por dia durante a menstruação.

 

6

Incorpore canela à alimentação. Esse condimento é bastante utilizado na culinária, mas também fornece alívio à menorragia.

A canela contém taninos, os quais ajudam a reduzir o sangramento.

Misture 1 xícara de água com 1 colher (chá) de canela em pó e tome a cada 15 minutos durante o ciclo menstrual.

 

7

Use sementes de mostarda para normalizar o ciclo. A menorragia pode ser controlada facilmente com esse remédio natural.

Misture 2 g de sementes de mostarda em pó com leite e beba antes e durante o ciclo menstrual.

 

8

Coma flor de bananeira (umbigo do cacho) para aumentar a progesterona. Os extratos dessa planta aumentam a quantidade de progesterona produzida pelo organismo, equilibrando os hormônios e reduzindo o sangramento.

Quando cozida, a flor de bananeira pode ser misturada com coalhada e incluso na dieta.

Também fornece alívio durante a menorragia.

 

9

Use framboesa vermelha para fortalecer os músculos uterinos. Similar à canela, essa fruta contém tanino conhecidos por ajudar no fortalecimento dos músculos.

O efeito secante dos taninos ajuda na redução do fluxo menstrual excessivo.

Lave 2 xícaras de folhas de framboesa, coloque numa panela com 2 xícaras de água e deixe ferver.

Peneire e beba de 1 a 2 xícaras desse tônico todos os dias.

 

10

Tome vinagre de maçã. Esse tipo de vinagre contém propriedades que podem desacelerar e regular o fluxo menstrual.

Acrescente 2 colheres (chá) de vinagre de maçã em um copo d'água.

Beba 3 vezes por dia durante a menstruação.

Anúncio

Método 2 de 3: Modificando a alimentação

 

1

Comece a Dieta Mediterrânea para regular o período. Ela consiste numa combinação de alimentos saudáveis, como frutas, legumes, peixes, carne e grãos integrais.

Geralmente, as escolhas contêm poucos sódio, carboidrato e gordura saturada, além de muita proteína.

Evite alimentos não saudáveis para ajudar a prevenir inchaços e sangramentos excessivos devido à menstruação.

 

2

Consuma vagem para conseguir vitamina B. Esse legume é rico em fibras e vitamina B, a qual previne cãibras.

As vitaminas do complexo B são essenciais na hora de converter o estrogênio em excesso no fígado.

Também promovem a síntese das prostaglandinas, as quais são componentes essenciais para reduzir coágulos sanguíneos anormais.

Quantidades insuficientes de vitamina B impedem a produção de prostaglandinas boas e levam à menorragia.

 

3

Coma verduras e frutas ricas em ferro e vitamina C para promover coágulos. O ferro é essencial na formação de células vermelhas do sangue, e uma deficiência desse nutriente pode levar à anemia (uma inabilidade do sangue de coagular adequadamente). A vitamina C e o ferro têm um efeito sinérgico, ou seja, essa vitamina é necessária para que o ferro seja absorvido de maneira eficaz pelo corpo.

Uma diminuição nos níveis de ferro aumenta a perda de sangue por meio da menstruação e provoca a menorragia.

A ingestão diária recomendada de ferro é de 1,8 mg.

Ingira alimentos como ervilhas, carnes, batatas e todos os tipos de verduras para conseguir uma boa quantidade de ferro na alimentação.

O ferro encontrado em alimentos ou suplementos é o férrico, o qual não é prontamente absorvido pelo organismo.

A vitamina C converte o ferro férrico em ferroso, facilitando sua absorção.

Frutas e legumes cítricos são boas fontes desse nutriente.

 

4

Aumente a ingestão de alimentos ricos em magnésio para evitar o excesso de estrogênio. O magnésio é um mineral vital para balancear os hormônios femininos, como a progesterona e o estrogênio.

Conforme a concentração de magnésio diminui, os níveis de estrogênio aumentam, resultando em sangramento excessivo.

As mulheres com menorragia devem aumentar o consumo de alimentos ricos nesse mineral.

Uma boa fonte de magnésio é o chocolate amargo.

Anúncio

Método 3 de 3: Remédios naturais

 

1

Homeopatia: os remédios homeopáticos ajudam os vasos sanguíneos do útero a contrair, consequentemente evitando o sangramento excessivo, melhorando a tonificação muscular e fornecendo nutrientes como ferro e outras vitaminas para ajudar a prevenir a anemia. A ressonância homeopática utiliza sarcodes para ensinar às glândulas endócrinas e aos órgãos reprodutivos a funcionarem corretamente. Esses remédios corrigem os desequilíbrios hormonais e ajudam a controlar os componentes psicológicos responsáveis pelos sintomas. Diversos estudos provaram que eles ajudam no tratamento da menorragia.

Uma importante pesquisa sugere que a ressonância homeopática regula o balanço de estrogênio-progesterona, garantindo efeitos duradouros no alívio da menorragia. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2077876/

Outro estudo sugere que esses remédios diminuem a gravidade e a duração do sangramento menstrual. http://www.biogetica.com/how-to-find-natural-menorrhagia-medicine-treatments-cures

 

2

Remédios fitoterápicos: muitas ervas têm propriedades adstringentes utilizadas por anos e anos para controlar o sangramento uterino excessivo. Além disso, são fontes naturais de fito-hormônios, os quais corrigem o desequilíbrio hormonal e ajudam a controlar a menorragia.

Shatavari (Asparagus racemosus): é bastante eficaz no equilíbrio dos hormônios femininos, além de ajudar no funcionamento do sistema endócrino como um todo. http://www.ijpba.info/ijpba/index.php/ijpba/article/view/305

Açoca (Saraca indica): diversas pesquisas apontam essa erva como essencial no tratamento da menorragia. http://www.ijpcsonline.com/files/73-533.pdf

Symplocos racemosa: tem propriedades adstringentes e contrai os vasos sanguíneos do útero, impedindo o sangramento excessivo. http://www.google.com/patents/US6455077

 Descrição: Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 4.jpg

4

Método 1 de 3: Usando remédios caseiros

 

1

Aplique uma bolsa de gelo para reduzir a perda de sangue, além da dor.

O gelo causa vasoconstrição, ou seja, a contração dos vasos sanguíneos; por isso a redução da perda de sangue.

Coloque uma bolsa de gelo sobre o abdômen por não mais de 20 minutos.

O uso prolongado impede a circulação do sangue, portanto, quando o local começar a ficar dormente, remova a bolsa de gelo.

Reaplique-a após 2 ou 4 horas, durante toda a duração dos sintomas.

Anúncio

 

2

Experimente pé-de-leão para contrair os músculos do útero e reduzir o fluxo sanguíneo. Essa erva é muito utilizada no tratamento da menorragia no mundo todo.

Também é conhecida como alchemilla vulgaris.

A folha dessa erva é utilizada na produção de medicamentos com fortes efeitos contráteis, coagulantes e adstringentes.

Essas características ajudam a normalizar o nível da menstruação.

Dose de 10 a 30 gotas, três vezes por dia, por 2 ou 3 semanas antes do ciclo menstrual começar. O fluxo sanguíneo será bastante reduzido.

 

3

Use bolsa-de-pastor para um alívio imediato. Essa erva reduz o fluxo de sangue dentro de alguns minutos e também fornece alívio quando tomada durante uma menorragia.

Também é conhecida como capsella bursa pastoris.

Administre 1 ml de água morna com 1 ou 2 colheres (chá) de bolsa-de-pastor.

Essa erva também auxilia no sangramento pós-parto.

Ela tem uma forte propriedade adstringente, a qual contrai os vasos sanguíneos, consequentemente diminuindo o fluxo de sangue.

Induz contrações musculares no útero bastante poderosas e leva à compressão da veia localizada entre as fibras musculares do local.

 

4

Use confrei para contrair os vasos sanguíneos. Ele tem notáveis propriedades adstringentes, as quais promovem a vasoconstrição (fechamento dos vasos sanguíneos) e reduzem o sangramento.

É bastante conhecido como um remédio para a hemorragia.

Seu melhor uso é em forma de chá.

Misture 2 colheres (chá) de confrei com água morna e deixe em infusão por meia hora.

Beba um copo desse chá por dia durante a menorragia.

 

5

Use vitex para equilibrar os hormônios. Essa planta tem a habilidade de induzir a produção de progesterona, a qual inibe a menstruação.

Também conhecida como vitex agnus castex.

O vitex normaliza o ciclo feminino de hormônios promovendo a liberação de altas quantidades de progesterona e inibindo a produção de estrogênio.

Isso pode reduzir o sangramento uterino.

Use 30 gotas de extrato ou tintura de vitex 4 vezes por dia durante a menstruação.

 

6

Incorpore canela à alimentação. Esse condimento é bastante utilizado na culinária, mas também fornece alívio à menorragia.

A canela contém taninos, os quais ajudam a reduzir o sangramento.

Misture 1 xícara de água com 1 colher (chá) de canela em pó e tome a cada 15 minutos durante o ciclo menstrual.

 

7

Use sementes de mostarda para normalizar o ciclo. A menorragia pode ser controlada facilmente com esse remédio natural.

Misture 2 g de sementes de mostarda em pó com leite e beba antes e durante o ciclo menstrual.

 

8

Coma flor de bananeira (umbigo do cacho) para aumentar a progesterona. Os extratos dessa planta aumentam a quantidade de progesterona produzida pelo organismo, equilibrando os hormônios e reduzindo o sangramento.

Quando cozida, a flor de bananeira pode ser misturada com coalhada e incluso na dieta.

Também fornece alívio durante a menorragia.

 

9

Use framboesa vermelha para fortalecer os músculos uterinos. Similar à canela, essa fruta contém tanino conhecidos por ajudar no fortalecimento dos músculos.

O efeito secante dos taninos ajuda na redução do fluxo menstrual excessivo.

Lave 2 xícaras de folhas de framboesa, coloque numa panela com 2 xícaras de água e deixe ferver.

Peneire e beba de 1 a 2 xícaras desse tônico todos os dias.

 

10

Tome vinagre de maçã. Esse tipo de vinagre contém propriedades que podem desacelerar e regular o fluxo menstrual.

Acrescente 2 colheres (chá) de vinagre de maçã em um copo d'água.

Beba 3 vezes por dia durante a menstruação.

Anúncio

Método 2 de 3: Modificando a alimentação

 

1

Comece a Dieta Mediterrânea para regular o período. Ela consiste numa combinação de alimentos saudáveis, como frutas, legumes, peixes, carne e grãos integrais.

Geralmente, as escolhas contêm poucos sódio, carboidrato e gordura saturada, além de muita proteína.

Evite alimentos não saudáveis para ajudar a prevenir inchaços e sangramentos excessivos devido à menstruação.

 

2

Consuma vagem para conseguir vitamina B. Esse legume é rico em fibras e vitamina B, a qual previne cãibras.

As vitaminas do complexo B são essenciais na hora de converter o estrogênio em excesso no fígado.

Também promovem a síntese das prostaglandinas, as quais são componentes essenciais para reduzir coágulos sanguíneos anormais.

Quantidades insuficientes de vitamina B impedem a produção de prostaglandinas boas e levam à menorragia.

 

3

Coma verduras e frutas ricas em ferro e vitamina C para promover coágulos. O ferro é essencial na formação de células vermelhas do sangue, e uma deficiência desse nutriente pode levar à anemia (uma inabilidade do sangue de coagular adequadamente). A vitamina C e o ferro têm um efeito sinérgico, ou seja, essa vitamina é necessária para que o ferro seja absorvido de maneira eficaz pelo corpo.

Uma diminuição nos níveis de ferro aumenta a perda de sangue por meio da menstruação e provoca a menorragia.

A ingestão diária recomendada de ferro é de 1,8 mg.

Ingira alimentos como ervilhas, carnes, batatas e todos os tipos de verduras para conseguir uma boa quantidade de ferro na alimentação.

O ferro encontrado em alimentos ou suplementos é o férrico, o qual não é prontamente absorvido pelo organismo.

A vitamina C converte o ferro férrico em ferroso, facilitando sua absorção.

Frutas e legumes cítricos são boas fontes desse nutriente.

 

4

Aumente a ingestão de alimentos ricos em magnésio para evitar o excesso de estrogênio. O magnésio é um mineral vital para balancear os hormônios femininos, como a progesterona e o estrogênio.

Conforme a concentração de magnésio diminui, os níveis de estrogênio aumentam, resultando em sangramento excessivo.

As mulheres com menorragia devem aumentar o consumo de alimentos ricos nesse mineral.

Uma boa fonte de magnésio é o chocolate amargo.

Anúncio

Método 3 de 3: Remédios naturais

 

1

Homeopatia: os remédios homeopáticos ajudam os vasos sanguíneos do útero a contrair, consequentemente evitando o sangramento excessivo, melhorando a tonificação muscular e fornecendo nutrientes como ferro e outras vitaminas para ajudar a prevenir a anemia. A ressonância homeopática utiliza sarcodes para ensinar às glândulas endócrinas e aos órgãos reprodutivos a funcionarem corretamente. Esses remédios corrigem os desequilíbrios hormonais e ajudam a controlar os componentes psicológicos responsáveis pelos sintomas. Diversos estudos provaram que eles ajudam no tratamento da menorragia.

Uma importante pesquisa sugere que a ressonância homeopática regula o balanço de estrogênio-progesterona, garantindo efeitos duradouros no alívio da menorragia. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2077876/

Outro estudo sugere que esses remédios diminuem a gravidade e a duração do sangramento menstrual. http://www.biogetica.com/how-to-find-natural-menorrhagia-medicine-treatments-cures

 

2

Remédios fitoterápicos: muitas ervas têm propriedades adstringentes utilizadas por anos e anos para controlar o sangramento uterino excessivo. Além disso, são fontes naturais de fito-hormônios, os quais corrigem o desequilíbrio hormonal e ajudam a controlar a menorragia.

Shatavari (Asparagus racemosus): é bastante eficaz no equilíbrio dos hormônios femininos, além de ajudar no funcionamento do sistema endócrino como um todo. http://www.ijpba.info/ijpba/index.php/ijpba/article/view/305

Açoca (Saraca indica): diversas pesquisas apontam essa erva como essencial no tratamento da menorragia. http://www.ijpcsonline.com/files/73-533.pdf

Symplocos racemosa: tem propriedades adstringentes e contrai os vasos sanguíneos do útero, impedindo o sangramento excessivo. http://www.google.com/patents/US6455077

 Descrição: Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 5.jpg

5

Método 1 de 3: Usando remédios caseiros

 

1

Aplique uma bolsa de gelo para reduzir a perda de sangue, além da dor.

O gelo causa vasoconstrição, ou seja, a contração dos vasos sanguíneos; por isso a redução da perda de sangue.

Coloque uma bolsa de gelo sobre o abdômen por não mais de 20 minutos.

O uso prolongado impede a circulação do sangue, portanto, quando o local começar a ficar dormente, remova a bolsa de gelo.

Reaplique-a após 2 ou 4 horas, durante toda a duração dos sintomas.

Anúncio

 

2

Experimente pé-de-leão para contrair os músculos do útero e reduzir o fluxo sanguíneo. Essa erva é muito utilizada no tratamento da menorragia no mundo todo.

Também é conhecida como alchemilla vulgaris.

A folha dessa erva é utilizada na produção de medicamentos com fortes efeitos contráteis, coagulantes e adstringentes.

Essas características ajudam a normalizar o nível da menstruação.

Dose de 10 a 30 gotas, três vezes por dia, por 2 ou 3 semanas antes do ciclo menstrual começar. O fluxo sanguíneo será bastante reduzido.

 

3

Use bolsa-de-pastor para um alívio imediato. Essa erva reduz o fluxo de sangue dentro de alguns minutos e também fornece alívio quando tomada durante uma menorragia.

Também é conhecida como capsella bursa pastoris.

Administre 1 ml de água morna com 1 ou 2 colheres (chá) de bolsa-de-pastor.

Essa erva também auxilia no sangramento pós-parto.

Ela tem uma forte propriedade adstringente, a qual contrai os vasos sanguíneos, consequentemente diminuindo o fluxo de sangue.

Induz contrações musculares no útero bastante poderosas e leva à compressão da veia localizada entre as fibras musculares do local.

 

4

Use confrei para contrair os vasos sanguíneos. Ele tem notáveis propriedades adstringentes, as quais promovem a vasoconstrição (fechamento dos vasos sanguíneos) e reduzem o sangramento.

É bastante conhecido como um remédio para a hemorragia.

Seu melhor uso é em forma de chá.

Misture 2 colheres (chá) de confrei com água morna e deixe em infusão por meia hora.

Beba um copo desse chá por dia durante a menorragia.

 

5

Use vitex para equilibrar os hormônios. Essa planta tem a habilidade de induzir a produção de progesterona, a qual inibe a menstruação.

Também conhecida como vitex agnus castex.

O vitex normaliza o ciclo feminino de hormônios promovendo a liberação de altas quantidades de progesterona e inibindo a produção de estrogênio.

Isso pode reduzir o sangramento uterino.

Use 30 gotas de extrato ou tintura de vitex 4 vezes por dia durante a menstruação.

 

6

Incorpore canela à alimentação. Esse condimento é bastante utilizado na culinária, mas também fornece alívio à menorragia.

A canela contém taninos, os quais ajudam a reduzir o sangramento.

Misture 1 xícara de água com 1 colher (chá) de canela em pó e tome a cada 15 minutos durante o ciclo menstrual.

 

7

Use sementes de mostarda para normalizar o ciclo. A menorragia pode ser controlada facilmente com esse remédio natural.

Misture 2 g de sementes de mostarda em pó com leite e beba antes e durante o ciclo menstrual.

 

8

Coma flor de bananeira (umbigo do cacho) para aumentar a progesterona. Os extratos dessa planta aumentam a quantidade de progesterona produzida pelo organismo, equilibrando os hormônios e reduzindo o sangramento.

Quando cozida, a flor de bananeira pode ser misturada com coalhada e incluso na dieta.

Também fornece alívio durante a menorragia.

 

9

Use framboesa vermelha para fortalecer os músculos uterinos. Similar à canela, essa fruta contém tanino conhecidos por ajudar no fortalecimento dos músculos.

O efeito secante dos taninos ajuda na redução do fluxo menstrual excessivo.

Lave 2 xícaras de folhas de framboesa, coloque numa panela com 2 xícaras de água e deixe ferver.

Peneire e beba de 1 a 2 xícaras desse tônico todos os dias.

 

10

Tome vinagre de maçã. Esse tipo de vinagre contém propriedades que podem desacelerar e regular o fluxo menstrual.

Acrescente 2 colheres (chá) de vinagre de maçã em um copo d'água.

Beba 3 vezes por dia durante a menstruação.

Anúncio

Método 2 de 3: Modificando a alimentação

 

1

Comece a Dieta Mediterrânea para regular o período. Ela consiste numa combinação de alimentos saudáveis, como frutas, legumes, peixes, carne e grãos integrais.

Geralmente, as escolhas contêm poucos sódio, carboidrato e gordura saturada, além de muita proteína.

Evite alimentos não saudáveis para ajudar a prevenir inchaços e sangramentos excessivos devido à menstruação.

 

2

Consuma vagem para conseguir vitamina B. Esse legume é rico em fibras e vitamina B, a qual previne cãibras.

As vitaminas do complexo B são essenciais na hora de converter o estrogênio em excesso no fígado.

Também promovem a síntese das prostaglandinas, as quais são componentes essenciais para reduzir coágulos sanguíneos anormais.

Quantidades insuficientes de vitamina B impedem a produção de prostaglandinas boas e levam à menorragia.

 

3

Coma verduras e frutas ricas em ferro e vitamina C para promover coágulos. O ferro é essencial na formação de células vermelhas do sangue, e uma deficiência desse nutriente pode levar à anemia (uma inabilidade do sangue de coagular adequadamente). A vitamina C e o ferro têm um efeito sinérgico, ou seja, essa vitamina é necessária para que o ferro seja absorvido de maneira eficaz pelo corpo.

Uma diminuição nos níveis de ferro aumenta a perda de sangue por meio da menstruação e provoca a menorragia.

A ingestão diária recomendada de ferro é de 1,8 mg.

Ingira alimentos como ervilhas, carnes, batatas e todos os tipos de verduras para conseguir uma boa quantidade de ferro na alimentação.

O ferro encontrado em alimentos ou suplementos é o férrico, o qual não é prontamente absorvido pelo organismo.

A vitamina C converte o ferro férrico em ferroso, facilitando sua absorção.

Frutas e legumes cítricos são boas fontes desse nutriente.

 

4

Aumente a ingestão de alimentos ricos em magnésio para evitar o excesso de estrogênio. O magnésio é um mineral vital para balancear os hormônios femininos, como a progesterona e o estrogênio.

Conforme a concentração de magnésio diminui, os níveis de estrogênio aumentam, resultando em sangramento excessivo.

As mulheres com menorragia devem aumentar o consumo de alimentos ricos nesse mineral.

Uma boa fonte de magnésio é o chocolate amargo.

Anúncio

Método 3 de 3: Remédios naturais

 

1

Homeopatia: os remédios homeopáticos ajudam os vasos sanguíneos do útero a contrair, consequentemente evitando o sangramento excessivo, melhorando a tonificação muscular e fornecendo nutrientes como ferro e outras vitaminas para ajudar a prevenir a anemia. A ressonância homeopática utiliza sarcodes para ensinar às glândulas endócrinas e aos órgãos reprodutivos a funcionarem corretamente. Esses remédios corrigem os desequilíbrios hormonais e ajudam a controlar os componentes psicológicos responsáveis pelos sintomas. Diversos estudos provaram que eles ajudam no tratamento da menorragia.

Uma importante pesquisa sugere que a ressonância homeopática regula o balanço de estrogênio-progesterona, garantindo efeitos duradouros no alívio da menorragia. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2077876/

Outro estudo sugere que esses remédios diminuem a gravidade e a duração do sangramento menstrual. http://www.biogetica.com/how-to-find-natural-menorrhagia-medicine-treatments-cures

 

2

Remédios fitoterápicos: muitas ervas têm propriedades adstringentes utilizadas por anos e anos para controlar o sangramento uterino excessivo. Além disso, são fontes naturais de fito-hormônios, os quais corrigem o desequilíbrio hormonal e ajudam a controlar a menorragia.

Shatavari (Asparagus racemosus): é bastante eficaz no equilíbrio dos hormônios femininos, além de ajudar no funcionamento do sistema endócrino como um todo. http://www.ijpba.info/ijpba/index.php/ijpba/article/view/305

Açoca (Saraca indica): diversas pesquisas apontam essa erva como essencial no tratamento da menorragia. http://www.ijpcsonline.com/files/73-533.pdf

Symplocos racemosa: tem propriedades adstringentes e contrai os vasos sanguíneos do útero, impedindo o sangramento excessivo. http://www.google.com/patents/US6455077

 Descrição: Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 6.jpg

6

Incorpore canela à alimentação. Esse condimento é bastante utilizado na culinária, mas também fornece alívio à menorragia.

A canela contém taninos, os quais ajudam a reduzir o sangramento.

Misture 1 xícara de água com 1 colher (chá) de canela em pó e tome a cada 15 minutos durante o ciclo menstrual.

Descrição: Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 7.jpg

Método 1 de 3: Usando remédios caseiros

 

1

Aplique uma bolsa de gelo para reduzir a perda de sangue, além da dor.

O gelo causa vasoconstrição, ou seja, a contração dos vasos sanguíneos; por isso a redução da perda de sangue.

Coloque uma bolsa de gelo sobre o abdômen por não mais de 20 minutos.

O uso prolongado impede a circulação do sangue, portanto, quando o local começar a ficar dormente, remova a bolsa de gelo.

Reaplique-a após 2 ou 4 horas, durante toda a duração dos sintomas.

Anúncio

 

2

Experimente pé-de-leão para contrair os músculos do útero e reduzir o fluxo sanguíneo. Essa erva é muito utilizada no tratamento da menorragia no mundo todo.

Também é conhecida como alchemilla vulgaris.

A folha dessa erva é utilizada na produção de medicamentos com fortes efeitos contráteis, coagulantes e adstringentes.

Essas características ajudam a normalizar o nível da menstruação.

Dose de 10 a 30 gotas, três vezes por dia, por 2 ou 3 semanas antes do ciclo menstrual começar. O fluxo sanguíneo será bastante reduzido.

 

3

Use bolsa-de-pastor para um alívio imediato. Essa erva reduz o fluxo de sangue dentro de alguns minutos e também fornece alívio quando tomada durante uma menorragia.

Também é conhecida como capsella bursa pastoris.

Administre 1 ml de água morna com 1 ou 2 colheres (chá) de bolsa-de-pastor.

Essa erva também auxilia no sangramento pós-parto.

Ela tem uma forte propriedade adstringente, a qual contrai os vasos sanguíneos, consequentemente diminuindo o fluxo de sangue.

Induz contrações musculares no útero bastante poderosas e leva à compressão da veia localizada entre as fibras musculares do local.

 

4

Use confrei para contrair os vasos sanguíneos. Ele tem notáveis propriedades adstringentes, as quais promovem a vasoconstrição (fechamento dos vasos sanguíneos) e reduzem o sangramento.

É bastante conhecido como um remédio para a hemorragia.

Seu melhor uso é em forma de chá.

Misture 2 colheres (chá) de confrei com água morna e deixe em infusão por meia hora.

Beba um copo desse chá por dia durante a menorragia.

 

5

Use vitex para equilibrar os hormônios. Essa planta tem a habilidade de induzir a produção de progesterona, a qual inibe a menstruação.

Também conhecida como vitex agnus castex.

O vitex normaliza o ciclo feminino de hormônios promovendo a liberação de altas quantidades de progesterona e inibindo a produção de estrogênio.

Isso pode reduzir o sangramento uterino.

Use 30 gotas de extrato ou tintura de vitex 4 vezes por dia durante a menstruação.

 

6

Incorpore canela à alimentação. Esse condimento é bastante utilizado na culinária, mas também fornece alívio à menorragia.

A canela contém taninos, os quais ajudam a reduzir o sangramento.

Misture 1 xícara de água com 1 colher (chá) de canela em pó e tome a cada 15 minutos durante o ciclo menstrual.

 

7

Use sementes de mostarda para normalizar o ciclo. A menorragia pode ser controlada facilmente com esse remédio natural.

Misture 2 g de sementes de mostarda em pó com leite e beba antes e durante o ciclo menstrual.

 

8

Coma flor de bananeira (umbigo do cacho) para aumentar a progesterona. Os extratos dessa planta aumentam a quantidade de progesterona produzida pelo organismo, equilibrando os hormônios e reduzindo o sangramento.

Quando cozida, a flor de bananeira pode ser misturada com coalhada e incluso na dieta.

Também fornece alívio durante a menorragia.

 

9

Use framboesa vermelha para fortalecer os músculos uterinos. Similar à canela, essa fruta contém tanino conhecidos por ajudar no fortalecimento dos músculos.

O efeito secante dos taninos ajuda na redução do fluxo menstrual excessivo.

Lave 2 xícaras de folhas de framboesa, coloque numa panela com 2 xícaras de água e deixe ferver.

Peneire e beba de 1 a 2 xícaras desse tônico todos os dias.

 

10

Tome vinagre de maçã. Esse tipo de vinagre contém propriedades que podem desacelerar e regular o fluxo menstrual.

Acrescente 2 colheres (chá) de vinagre de maçã em um copo d'água.

Beba 3 vezes por dia durante a menstruação.

Anúncio

Método 2 de 3: Modificando a alimentação

 

1

Comece a Dieta Mediterrânea para regular o período. Ela consiste numa combinação de alimentos saudáveis, como frutas, legumes, peixes, carne e grãos integrais.

Geralmente, as escolhas contêm poucos sódio, carboidrato e gordura saturada, além de muita proteína.

Evite alimentos não saudáveis para ajudar a prevenir inchaços e sangramentos excessivos devido à menstruação.

 

2

Consuma vagem para conseguir vitamina B. Esse legume é rico em fibras e vitamina B, a qual previne cãibras.

As vitaminas do complexo B são essenciais na hora de converter o estrogênio em excesso no fígado.

Também promovem a síntese das prostaglandinas, as quais são componentes essenciais para reduzir coágulos sanguíneos anormais.

Quantidades insuficientes de vitamina B impedem a produção de prostaglandinas boas e levam à menorragia.

 

3

Coma verduras e frutas ricas em ferro e vitamina C para promover coágulos. O ferro é essencial na formação de células vermelhas do sangue, e uma deficiência desse nutriente pode levar à anemia (uma inabilidade do sangue de coagular adequadamente). A vitamina C e o ferro têm um efeito sinérgico, ou seja, essa vitamina é necessária para que o ferro seja absorvido de maneira eficaz pelo corpo.

Uma diminuição nos níveis de ferro aumenta a perda de sangue por meio da menstruação e provoca a menorragia.

A ingestão diária recomendada de ferro é de 1,8 mg.

Ingira alimentos como ervilhas, carnes, batatas e todos os tipos de verduras para conseguir uma boa quantidade de ferro na alimentação.

O ferro encontrado em alimentos ou suplementos é o férrico, o qual não é prontamente absorvido pelo organismo.

A vitamina C converte o ferro férrico em ferroso, facilitando sua absorção.

Frutas e legumes cítricos são boas fontes desse nutriente.

 

4

Aumente a ingestão de alimentos ricos em magnésio para evitar o excesso de estrogênio. O magnésio é um mineral vital para balancear os hormônios femininos, como a progesterona e o estrogênio.

Conforme a concentração de magnésio diminui, os níveis de estrogênio aumentam, resultando em sangramento excessivo.

As mulheres com menorragia devem aumentar o consumo de alimentos ricos nesse mineral.

Uma boa fonte de magnésio é o chocolate amargo.

Anúncio

Método 3 de 3: Remédios naturais

 

1

Homeopatia: os remédios homeopáticos ajudam os vasos sanguíneos do útero a contrair, consequentemente evitando o sangramento excessivo, melhorando a tonificação muscular e fornecendo nutrientes como ferro e outras vitaminas para ajudar a prevenir a anemia. A ressonância homeopática utiliza sarcodes para ensinar às glândulas endócrinas e aos órgãos reprodutivos a funcionarem corretamente. Esses remédios corrigem os desequilíbrios hormonais e ajudam a controlar os componentes psicológicos responsáveis pelos sintomas. Diversos estudos provaram que eles ajudam no tratamento da menorragia.

Uma importante pesquisa sugere que a ressonância homeopática regula o balanço de estrogênio-progesterona, garantindo efeitos duradouros no alívio da menorragia. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2077876/

Outro estudo sugere que esses remédios diminuem a gravidade e a duração do sangramento menstrual. http://www.biogetica.com/how-to-find-natural-menorrhagia-medicine-treatments-cures

 

2

Remédios fitoterápicos: muitas ervas têm propriedades adstringentes utilizadas por anos e anos para controlar o sangramento uterino excessivo. Além disso, são fontes naturais de fito-hormônios, os quais corrigem o desequilíbrio hormonal e ajudam a controlar a menorragia.

Shatavari (Asparagus racemosus): é bastante eficaz no equilíbrio dos hormônios femininos, além de ajudar no funcionamento do sistema endócrino como um todo. http://www.ijpba.info/ijpba/index.php/ijpba/article/view/305

Açoca (Saraca indica): diversas pesquisas apontam essa erva como essencial no tratamento da menorragia. http://www.ijpcsonline.com/files/73-533.pdf

Symplocos racemosa: tem propriedades adstringentes e contrai os vasos sanguíneos do útero, impedindo o sangramento excessivo. http://www.google.com/patents/US6455077

 Descrição: Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 8.jpg

8

Método 1 de 3: Usando remédios caseiros

 

1

Aplique uma bolsa de gelo para reduzir a perda de sangue, além da dor.

O gelo causa vasoconstrição, ou seja, a contração dos vasos sanguíneos; por isso a redução da perda de sangue.

Coloque uma bolsa de gelo sobre o abdômen por não mais de 20 minutos.

O uso prolongado impede a circulação do sangue, portanto, quando o local começar a ficar dormente, remova a bolsa de gelo.

Reaplique-a após 2 ou 4 horas, durante toda a duração dos sintomas.

Anúncio

 

2

Experimente pé-de-leão para contrair os músculos do útero e reduzir o fluxo sanguíneo. Essa erva é muito utilizada no tratamento da menorragia no mundo todo.

Também é conhecida como alchemilla vulgaris.

A folha dessa erva é utilizada na produção de medicamentos com fortes efeitos contráteis, coagulantes e adstringentes.

Essas características ajudam a normalizar o nível da menstruação.

Dose de 10 a 30 gotas, três vezes por dia, por 2 ou 3 semanas antes do ciclo menstrual começar. O fluxo sanguíneo será bastante reduzido.

 

3

Use bolsa-de-pastor para um alívio imediato. Essa erva reduz o fluxo de sangue dentro de alguns minutos e também fornece alívio quando tomada durante uma menorragia.

Também é conhecida como capsella bursa pastoris.

Administre 1 ml de água morna com 1 ou 2 colheres (chá) de bolsa-de-pastor.

Essa erva também auxilia no sangramento pós-parto.

Ela tem uma forte propriedade adstringente, a qual contrai os vasos sanguíneos, consequentemente diminuindo o fluxo de sangue.

Induz contrações musculares no útero bastante poderosas e leva à compressão da veia localizada entre as fibras musculares do local.

 

4

Use confrei para contrair os vasos sanguíneos. Ele tem notáveis propriedades adstringentes, as quais promovem a vasoconstrição (fechamento dos vasos sanguíneos) e reduzem o sangramento.

É bastante conhecido como um remédio para a hemorragia.

Seu melhor uso é em forma de chá.

Misture 2 colheres (chá) de confrei com água morna e deixe em infusão por meia hora.

Beba um copo desse chá por dia durante a menorragia.

 

5

Use vitex para equilibrar os hormônios. Essa planta tem a habilidade de induzir a produção de progesterona, a qual inibe a menstruação.

Também conhecida como vitex agnus castex.

O vitex normaliza o ciclo feminino de hormônios promovendo a liberação de altas quantidades de progesterona e inibindo a produção de estrogênio.

Isso pode reduzir o sangramento uterino.

Use 30 gotas de extrato ou tintura de vitex 4 vezes por dia durante a menstruação.

 

6

Incorpore canela à alimentação. Esse condimento é bastante utilizado na culinária, mas também fornece alívio à menorragia.

A canela contém taninos, os quais ajudam a reduzir o sangramento.

Misture 1 xícara de água com 1 colher (chá) de canela em pó e tome a cada 15 minutos durante o ciclo menstrual.

 

7

Use sementes de mostarda para normalizar o ciclo. A menorragia pode ser controlada facilmente com esse remédio natural.

Misture 2 g de sementes de mostarda em pó com leite e beba antes e durante o ciclo menstrual.

 

8

Coma flor de bananeira (umbigo do cacho) para aumentar a progesterona. Os extratos dessa planta aumentam a quantidade de progesterona produzida pelo organismo, equilibrando os hormônios e reduzindo o sangramento.

Quando cozida, a flor de bananeira pode ser misturada com coalhada e incluso na dieta.

Também fornece alívio durante a menorragia.

 

9

Use framboesa vermelha para fortalecer os músculos uterinos. Similar à canela, essa fruta contém tanino conhecidos por ajudar no fortalecimento dos músculos.

O efeito secante dos taninos ajuda na redução do fluxo menstrual excessivo.

Lave 2 xícaras de folhas de framboesa, coloque numa panela com 2 xícaras de água e deixe ferver.

Peneire e beba de 1 a 2 xícaras desse tônico todos os dias.

 

10

Tome vinagre de maçã. Esse tipo de vinagre contém propriedades que podem desacelerar e regular o fluxo menstrual.

Acrescente 2 colheres (chá) de vinagre de maçã em um copo d'água.

Beba 3 vezes por dia durante a menstruação.

Anúncio

Método 2 de 3: Modificando a alimentação

 

1

Comece a Dieta Mediterrânea para regular o período. Ela consiste numa combinação de alimentos saudáveis, como frutas, legumes, peixes, carne e grãos integrais.

Geralmente, as escolhas contêm poucos sódio, carboidrato e gordura saturada, além de muita proteína.

Evite alimentos não saudáveis para ajudar a prevenir inchaços e sangramentos excessivos devido à menstruação.

 

2

Consuma vagem para conseguir vitamina B. Esse legume é rico em fibras e vitamina B, a qual previne cãibras.

As vitaminas do complexo B são essenciais na hora de converter o estrogênio em excesso no fígado.

Também promovem a síntese das prostaglandinas, as quais são componentes essenciais para reduzir coágulos sanguíneos anormais.

Quantidades insuficientes de vitamina B impedem a produção de prostaglandinas boas e levam à menorragia.

 

3

Coma verduras e frutas ricas em ferro e vitamina C para promover coágulos. O ferro é essencial na formação de células vermelhas do sangue, e uma deficiência desse nutriente pode levar à anemia (uma inabilidade do sangue de coagular adequadamente). A vitamina C e o ferro têm um efeito sinérgico, ou seja, essa vitamina é necessária para que o ferro seja absorvido de maneira eficaz pelo corpo.

Uma diminuição nos níveis de ferro aumenta a perda de sangue por meio da menstruação e provoca a menorragia.

A ingestão diária recomendada de ferro é de 1,8 mg.

Ingira alimentos como ervilhas, carnes, batatas e todos os tipos de verduras para conseguir uma boa quantidade de ferro na alimentação.

O ferro encontrado em alimentos ou suplementos é o férrico, o qual não é prontamente absorvido pelo organismo.

A vitamina C converte o ferro férrico em ferroso, facilitando sua absorção.

Frutas e legumes cítricos são boas fontes desse nutriente.

 

4

Aumente a ingestão de alimentos ricos em magnésio para evitar o excesso de estrogênio. O magnésio é um mineral vital para balancear os hormônios femininos, como a progesterona e o estrogênio.

Conforme a concentração de magnésio diminui, os níveis de estrogênio aumentam, resultando em sangramento excessivo.

As mulheres com menorragia devem aumentar o consumo de alimentos ricos nesse mineral.

Uma boa fonte de magnésio é o chocolate amargo.

Anúncio

Método 3 de 3: Remédios naturais

 

1

Homeopatia: os remédios homeopáticos ajudam os vasos sanguíneos do útero a contrair, consequentemente evitando o sangramento excessivo, melhorando a tonificação muscular e fornecendo nutrientes como ferro e outras vitaminas para ajudar a prevenir a anemia. A ressonância homeopática utiliza sarcodes para ensinar às glândulas endócrinas e aos órgãos reprodutivos a funcionarem corretamente. Esses remédios corrigem os desequilíbrios hormonais e ajudam a controlar os componentes psicológicos responsáveis pelos sintomas. Diversos estudos provaram que eles ajudam no tratamento da menorragia.

Uma importante pesquisa sugere que a ressonância homeopática regula o balanço de estrogênio-progesterona, garantindo efeitos duradouros no alívio da menorragia. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2077876/

Outro estudo sugere que esses remédios diminuem a gravidade e a duração do sangramento menstrual. http://www.biogetica.com/how-to-find-natural-menorrhagia-medicine-treatments-cures

 

2

Remédios fitoterápicos: muitas ervas têm propriedades adstringentes utilizadas por anos e anos para controlar o sangramento uterino excessivo. Além disso, são fontes naturais de fito-hormônios, os quais corrigem o desequilíbrio hormonal e ajudam a controlar a menorragia.

Shatavari (Asparagus racemosus): é bastante eficaz no equilíbrio dos hormônios femininos, além de ajudar no funcionamento do sistema endócrino como um todo. http://www.ijpba.info/ijpba/index.php/ijpba/article/view/305

Açoca (Saraca indica): diversas pesquisas apontam essa erva como essencial no tratamento da menorragia. http://www.ijpcsonline.com/files/73-533.pdf

Symplocos racemosa: tem propriedades adstringentes e contrai os vasos sanguíneos do útero, impedindo o sangramento excessivo. http://www.google.com/patents/US6455077

 Descrição: Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 9.jpg

Método 1 de 3: Usando remédios caseiros

 

1

Aplique uma bolsa de gelo para reduzir a perda de sangue, além da dor.

O gelo causa vasoconstrição, ou seja, a contração dos vasos sanguíneos; por isso a redução da perda de sangue.

Coloque uma bolsa de gelo sobre o abdômen por não mais de 20 minutos.

O uso prolongado impede a circulação do sangue, portanto, quando o local começar a ficar dormente, remova a bolsa de gelo.

Reaplique-a após 2 ou 4 horas, durante toda a duração dos sintomas.

Anúncio

 

2

Experimente pé-de-leão para contrair os músculos do útero e reduzir o fluxo sanguíneo. Essa erva é muito utilizada no tratamento da menorragia no mundo todo.

Também é conhecida como alchemilla vulgaris.

A folha dessa erva é utilizada na produção de medicamentos com fortes efeitos contráteis, coagulantes e adstringentes.

Essas características ajudam a normalizar o nível da menstruação.

Dose de 10 a 30 gotas, três vezes por dia, por 2 ou 3 semanas antes do ciclo menstrual começar. O fluxo sanguíneo será bastante reduzido.

 

3

Use bolsa-de-pastor para um alívio imediato. Essa erva reduz o fluxo de sangue dentro de alguns minutos e também fornece alívio quando tomada durante uma menorragia.

Também é conhecida como capsella bursa pastoris.

Administre 1 ml de água morna com 1 ou 2 colheres (chá) de bolsa-de-pastor.

Essa erva também auxilia no sangramento pós-parto.

Ela tem uma forte propriedade adstringente, a qual contrai os vasos sanguíneos, consequentemente diminuindo o fluxo de sangue.

Induz contrações musculares no útero bastante poderosas e leva à compressão da veia localizada entre as fibras musculares do local.

 

4

Use confrei para contrair os vasos sanguíneos. Ele tem notáveis propriedades adstringentes, as quais promovem a vasoconstrição (fechamento dos vasos sanguíneos) e reduzem o sangramento.

É bastante conhecido como um remédio para a hemorragia.

Seu melhor uso é em forma de chá.

Misture 2 colheres (chá) de confrei com água morna e deixe em infusão por meia hora.

Beba um copo desse chá por dia durante a menorragia.

 

5

Use vitex para equilibrar os hormônios. Essa planta tem a habilidade de induzir a produção de progesterona, a qual inibe a menstruação.

Também conhecida como vitex agnus castex.

O vitex normaliza o ciclo feminino de hormônios promovendo a liberação de altas quantidades de progesterona e inibindo a produção de estrogênio.

Isso pode reduzir o sangramento uterino.

Use 30 gotas de extrato ou tintura de vitex 4 vezes por dia durante a menstruação.

 

6

Incorpore canela à alimentação. Esse condimento é bastante utilizado na culinária, mas também fornece alívio à menorragia.

A canela contém taninos, os quais ajudam a reduzir o sangramento.

Misture 1 xícara de água com 1 colher (chá) de canela em pó e tome a cada 15 minutos durante o ciclo menstrual.

 

7

Use sementes de mostarda para normalizar o ciclo. A menorragia pode ser controlada facilmente com esse remédio natural.

Misture 2 g de sementes de mostarda em pó com leite e beba antes e durante o ciclo menstrual.

 

8

Coma flor de bananeira (umbigo do cacho) para aumentar a progesterona. Os extratos dessa planta aumentam a quantidade de progesterona produzida pelo organismo, equilibrando os hormônios e reduzindo o sangramento.

Quando cozida, a flor de bananeira pode ser misturada com coalhada e incluso na dieta.

Também fornece alívio durante a menorragia.

 

9

Use framboesa vermelha para fortalecer os músculos uterinos. Similar à canela, essa fruta contém tanino conhecidos por ajudar no fortalecimento dos músculos.

O efeito secante dos taninos ajuda na redução do fluxo menstrual excessivo.

Lave 2 xícaras de folhas de framboesa, coloque numa panela com 2 xícaras de água e deixe ferver.

Peneire e beba de 1 a 2 xícaras desse tônico todos os dias.

 

10

Tome vinagre de maçã. Esse tipo de vinagre contém propriedades que podem desacelerar e regular o fluxo menstrual.

Acrescente 2 colheres (chá) de vinagre de maçã em um copo d'água.

Beba 3 vezes por dia durante a menstruação.

Anúncio

Método 2 de 3: Modificando a alimentação

 

1

Comece a Dieta Mediterrânea para regular o período. Ela consiste numa combinação de alimentos saudáveis, como frutas, legumes, peixes, carne e grãos integrais.

Geralmente, as escolhas contêm poucos sódio, carboidrato e gordura saturada, além de muita proteína.

Evite alimentos não saudáveis para ajudar a prevenir inchaços e sangramentos excessivos devido à menstruação.

 

2

Consuma vagem para conseguir vitamina B. Esse legume é rico em fibras e vitamina B, a qual previne cãibras.

As vitaminas do complexo B são essenciais na hora de converter o estrogênio em excesso no fígado.

Também promovem a síntese das prostaglandinas, as quais são componentes essenciais para reduzir coágulos sanguíneos anormais.

Quantidades insuficientes de vitamina B impedem a produção de prostaglandinas boas e levam à menorragia.

 

3

Coma verduras e frutas ricas em ferro e vitamina C para promover coágulos. O ferro é essencial na formação de células vermelhas do sangue, e uma deficiência desse nutriente pode levar à anemia (uma inabilidade do sangue de coagular adequadamente). A vitamina C e o ferro têm um efeito sinérgico, ou seja, essa vitamina é necessária para que o ferro seja absorvido de maneira eficaz pelo corpo.

Uma diminuição nos níveis de ferro aumenta a perda de sangue por meio da menstruação e provoca a menorragia.

A ingestão diária recomendada de ferro é de 1,8 mg.

Ingira alimentos como ervilhas, carnes, batatas e todos os tipos de verduras para conseguir uma boa quantidade de ferro na alimentação.

O ferro encontrado em alimentos ou suplementos é o férrico, o qual não é prontamente absorvido pelo organismo.

A vitamina C converte o ferro férrico em ferroso, facilitando sua absorção.

Frutas e legumes cítricos são boas fontes desse nutriente.

 

4

Aumente a ingestão de alimentos ricos em magnésio para evitar o excesso de estrogênio. O magnésio é um mineral vital para balancear os hormônios femininos, como a progesterona e o estrogênio.

Conforme a concentração de magnésio diminui, os níveis de estrogênio aumentam, resultando em sangramento excessivo.

As mulheres com menorragia devem aumentar o consumo de alimentos ricos nesse mineral.

Uma boa fonte de magnésio é o chocolate amargo.

Anúncio

Método 3 de 3: Remédios naturais

 

1

Homeopatia: os remédios homeopáticos ajudam os vasos sanguíneos do útero a contrair, consequentemente evitando o sangramento excessivo, melhorando a tonificação muscular e fornecendo nutrientes como ferro e outras vitaminas para ajudar a prevenir a anemia. A ressonância homeopática utiliza sarcodes para ensinar às glândulas endócrinas e aos órgãos reprodutivos a funcionarem corretamente. Esses remédios corrigem os desequilíbrios hormonais e ajudam a controlar os componentes psicológicos responsáveis pelos sintomas. Diversos estudos provaram que eles ajudam no tratamento da menorragia.

Uma importante pesquisa sugere que a ressonância homeopática regula o balanço de estrogênio-progesterona, garantindo efeitos duradouros no alívio da menorragia. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2077876/

Outro estudo sugere que esses remédios diminuem a gravidade e a duração do sangramento menstrual. http://www.biogetica.com/how-to-find-natural-menorrhagia-medicine-treatments-cures

 

2

Remédios fitoterápicos: muitas ervas têm propriedades adstringentes utilizadas por anos e anos para controlar o sangramento uterino excessivo. Além disso, são fontes naturais de fito-hormônios, os quais corrigem o desequilíbrio hormonal e ajudam a controlar a menorragia.

Shatavari (Asparagus racemosus): é bastante eficaz no equilíbrio dos hormônios femininos, além de ajudar no funcionamento do sistema endócrino como um todo. http://www.ijpba.info/ijpba/index.php/ijpba/article/view/305

Açoca (Saraca indica): diversas pesquisas apontam essa erva como essencial no tratamento da menorragia. http://www.ijpcsonline.com/files/73-533.pdf

Symplocos racemosa: tem propriedades adstringentes e contrai os vasos sanguíneos do útero, impedindo o sangramento excessivo. http://www.google.com/patents/US6455077

 Descrição: Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 10.jpg

Método 1 de 3: Usando remédios caseiros

 

1

Aplique uma bolsa de gelo para reduzir a perda de sangue, além da dor.

O gelo causa vasoconstrição, ou seja, a contração dos vasos sanguíneos; por isso a redução da perda de sangue.

Coloque uma bolsa de gelo sobre o abdômen por não mais de 20 minutos.

O uso prolongado impede a circulação do sangue, portanto, quando o local começar a ficar dormente, remova a bolsa de gelo.

Reaplique-a após 2 ou 4 horas, durante toda a duração dos sintomas.

Anúncio

 

2

Experimente pé-de-leão para contrair os músculos do útero e reduzir o fluxo sanguíneo. Essa erva é muito utilizada no tratamento da menorragia no mundo todo.

Também é conhecida como alchemilla vulgaris.

A folha dessa erva é utilizada na produção de medicamentos com fortes efeitos contráteis, coagulantes e adstringentes.

Essas características ajudam a normalizar o nível da menstruação.

Dose de 10 a 30 gotas, três vezes por dia, por 2 ou 3 semanas antes do ciclo menstrual começar. O fluxo sanguíneo será bastante reduzido.

 

3

Use bolsa-de-pastor para um alívio imediato. Essa erva reduz o fluxo de sangue dentro de alguns minutos e também fornece alívio quando tomada durante uma menorragia.

Também é conhecida como capsella bursa pastoris.

Administre 1 ml de água morna com 1 ou 2 colheres (chá) de bolsa-de-pastor.

Essa erva também auxilia no sangramento pós-parto.

Ela tem uma forte propriedade adstringente, a qual contrai os vasos sanguíneos, consequentemente diminuindo o fluxo de sangue.

Induz contrações musculares no útero bastante poderosas e leva à compressão da veia localizada entre as fibras musculares do local.

 

4

Use confrei para contrair os vasos sanguíneos. Ele tem notáveis propriedades adstringentes, as quais promovem a vasoconstrição (fechamento dos vasos sanguíneos) e reduzem o sangramento.

É bastante conhecido como um remédio para a hemorragia.

Seu melhor uso é em forma de chá.

Misture 2 colheres (chá) de confrei com água morna e deixe em infusão por meia hora.

Beba um copo desse chá por dia durante a menorragia.

 

5

Use vitex para equilibrar os hormônios. Essa planta tem a habilidade de induzir a produção de progesterona, a qual inibe a menstruação.

Também conhecida como vitex agnus castex.

O vitex normaliza o ciclo feminino de hormônios promovendo a liberação de altas quantidades de progesterona e inibindo a produção de estrogênio.

Isso pode reduzir o sangramento uterino.

Use 30 gotas de extrato ou tintura de vitex 4 vezes por dia durante a menstruação.

 

6

Incorpore canela à alimentação. Esse condimento é bastante utilizado na culinária, mas também fornece alívio à menorragia.

A canela contém taninos, os quais ajudam a reduzir o sangramento.

Misture 1 xícara de água com 1 colher (chá) de canela em pó e tome a cada 15 minutos durante o ciclo menstrual.

 

7

Use sementes de mostarda para normalizar o ciclo. A menorragia pode ser controlada facilmente com esse remédio natural.

Misture 2 g de sementes de mostarda em pó com leite e beba antes e durante o ciclo menstrual.

 

8

Coma flor de bananeira (umbigo do cacho) para aumentar a progesterona. Os extratos dessa planta aumentam a quantidade de progesterona produzida pelo organismo, equilibrando os hormônios e reduzindo o sangramento.

Quando cozida, a flor de bananeira pode ser misturada com coalhada e incluso na dieta.

Também fornece alívio durante a menorragia.

 

9

Use framboesa vermelha para fortalecer os músculos uterinos. Similar à canela, essa fruta contém tanino conhecidos por ajudar no fortalecimento dos músculos.

O efeito secante dos taninos ajuda na redução do fluxo menstrual excessivo.

Lave 2 xícaras de folhas de framboesa, coloque numa panela com 2 xícaras de água e deixe ferver.

Peneire e beba de 1 a 2 xícaras desse tônico todos os dias.

 

10

Tome vinagre de maçã. Esse tipo de vinagre contém propriedades que podem desacelerar e regular o fluxo menstrual.

Acrescente 2 colheres (chá) de vinagre de maçã em um copo d'água.

Beba 3 vezes por dia durante a menstruação.

Anúncio

Método 2 de 3: Modificando a alimentação

 

1

Comece a Dieta Mediterrânea para regular o período. Ela consiste numa combinação de alimentos saudáveis, como frutas, legumes, peixes, carne e grãos integrais.

Geralmente, as escolhas contêm poucos sódio, carboidrato e gordura saturada, além de muita proteína.

Evite alimentos não saudáveis para ajudar a prevenir inchaços e sangramentos excessivos devido à menstruação.

 

2

Consuma vagem para conseguir vitamina B. Esse legume é rico em fibras e vitamina B, a qual previne cãibras.

As vitaminas do complexo B são essenciais na hora de converter o estrogênio em excesso no fígado.

Também promovem a síntese das prostaglandinas, as quais são componentes essenciais para reduzir coágulos sanguíneos anormais.

Quantidades insuficientes de vitamina B impedem a produção de prostaglandinas boas e levam à menorragia.

 

3

Coma verduras e frutas ricas em ferro e vitamina C para promover coágulos. O ferro é essencial na formação de células vermelhas do sangue, e uma deficiência desse nutriente pode levar à anemia (uma inabilidade do sangue de coagular adequadamente). A vitamina C e o ferro têm um efeito sinérgico, ou seja, essa vitamina é necessária para que o ferro seja absorvido de maneira eficaz pelo corpo.

Uma diminuição nos níveis de ferro aumenta a perda de sangue por meio da menstruação e provoca a menorragia.

A ingestão diária recomendada de ferro é de 1,8 mg.

Ingira alimentos como ervilhas, carnes, batatas e todos os tipos de verduras para conseguir uma boa quantidade de ferro na alimentação.

O ferro encontrado em alimentos ou suplementos é o férrico, o qual não é prontamente absorvido pelo organismo.

A vitamina C converte o ferro férrico em ferroso, facilitando sua absorção.

Frutas e legumes cítricos são boas fontes desse nutriente.

 

4

Aumente a ingestão de alimentos ricos em magnésio para evitar o excesso de estrogênio. O magnésio é um mineral vital para balancear os hormônios femininos, como a progesterona e o estrogênio.

Conforme a concentração de magnésio diminui, os níveis de estrogênio aumentam, resultando em sangramento excessivo.

As mulheres com menorragia devem aumentar o consumo de alimentos ricos nesse mineral.

Uma boa fonte de magnésio é o chocolate amargo.

Anúncio

Método 3 de 3: Remédios naturais

 

1

Homeopatia: os remédios homeopáticos ajudam os vasos sanguíneos do útero a contrair, consequentemente evitando o sangramento excessivo, melhorando a tonificação muscular e fornecendo nutrientes como ferro e outras vitaminas para ajudar a prevenir a anemia. A ressonância homeopática utiliza sarcodes para ensinar às glândulas endócrinas e aos órgãos reprodutivos a funcionarem corretamente. Esses remédios corrigem os desequilíbrios hormonais e ajudam a controlar os componentes psicológicos responsáveis pelos sintomas. Diversos estudos provaram que eles ajudam no tratamento da menorragia.

Uma importante pesquisa sugere que a ressonância homeopática regula o balanço de estrogênio-progesterona, garantindo efeitos duradouros no alívio da menorragia. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2077876/

Outro estudo sugere que esses remédios diminuem a gravidade e a duração do sangramento menstrual. http://www.biogetica.com/how-to-find-natural-menorrhagia-medicine-treatments-cures

 

2

Remédios fitoterápicos: muitas ervas têm propriedades adstringentes utilizadas por anos e anos para controlar o sangramento uterino excessivo. Além disso, são fontes naturais de fito-hormônios, os quais corrigem o desequilíbrio hormonal e ajudam a controlar a menorragia.

Shatavari (Asparagus racemosus): é bastante eficaz no equilíbrio dos hormônios femininos, além de ajudar no funcionamento do sistema endócrino como um todo. http://www.ijpba.info/ijpba/index.php/ijpba/article/view/305

Açoca (Saraca indica): diversas pesquisas apontam essa erva como essencial no tratamento da menorragia. http://www.ijpcsonline.com/files/73-533.pdf

Symplocos racemosa: tem propriedades adstringentes e contrai os vasos sanguíneos do útero, impedindo o sangramento excessivo. http://www.google.com/patents/US6455077

 Descrição: Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 11.jpg

1

Método 1 de 3: Usando remédios caseiros

 

1

Aplique uma bolsa de gelo para reduzir a perda de sangue, além da dor.

O gelo causa vasoconstrição, ou seja, a contração dos vasos sanguíneos; por isso a redução da perda de sangue.

Coloque uma bolsa de gelo sobre o abdômen por não mais de 20 minutos.

O uso prolongado impede a circulação do sangue, portanto, quando o local começar a ficar dormente, remova a bolsa de gelo.

Reaplique-a após 2 ou 4 horas, durante toda a duração dos sintomas.

Anúncio

 

2

Experimente pé-de-leão para contrair os músculos do útero e reduzir o fluxo sanguíneo. Essa erva é muito utilizada no tratamento da menorragia no mundo todo.

Também é conhecida como alchemilla vulgaris.

A folha dessa erva é utilizada na produção de medicamentos com fortes efeitos contráteis, coagulantes e adstringentes.

Essas características ajudam a normalizar o nível da menstruação.

Dose de 10 a 30 gotas, três vezes por dia, por 2 ou 3 semanas antes do ciclo menstrual começar. O fluxo sanguíneo será bastante reduzido.

 

3

Use bolsa-de-pastor para um alívio imediato. Essa erva reduz o fluxo de sangue dentro de alguns minutos e também fornece alívio quando tomada durante uma menorragia.

Também é conhecida como capsella bursa pastoris.

Administre 1 ml de água morna com 1 ou 2 colheres (chá) de bolsa-de-pastor.

Essa erva também auxilia no sangramento pós-parto.

Ela tem uma forte propriedade adstringente, a qual contrai os vasos sanguíneos, consequentemente diminuindo o fluxo de sangue.

Induz contrações musculares no útero bastante poderosas e leva à compressão da veia localizada entre as fibras musculares do local.

 

4

Use confrei para contrair os vasos sanguíneos. Ele tem notáveis propriedades adstringentes, as quais promovem a vasoconstrição (fechamento dos vasos sanguíneos) e reduzem o sangramento.

É bastante conhecido como um remédio para a hemorragia.

Seu melhor uso é em forma de chá.

Misture 2 colheres (chá) de confrei com água morna e deixe em infusão por meia hora.

Beba um copo desse chá por dia durante a menorragia.

 

5

Use vitex para equilibrar os hormônios. Essa planta tem a habilidade de induzir a produção de progesterona, a qual inibe a menstruação.

Também conhecida como vitex agnus castex.

O vitex normaliza o ciclo feminino de hormônios promovendo a liberação de altas quantidades de progesterona e inibindo a produção de estrogênio.

Isso pode reduzir o sangramento uterino.

Use 30 gotas de extrato ou tintura de vitex 4 vezes por dia durante a menstruação.

 

6

Incorpore canela à alimentação. Esse condimento é bastante utilizado na culinária, mas também fornece alívio à menorragia.

A canela contém taninos, os quais ajudam a reduzir o sangramento.

Misture 1 xícara de água com 1 colher (chá) de canela em pó e tome a cada 15 minutos durante o ciclo menstrual.

 

7

Use sementes de mostarda para normalizar o ciclo. A menorragia pode ser controlada facilmente com esse remédio natural.

Misture 2 g de sementes de mostarda em pó com leite e beba antes e durante o ciclo menstrual.

 

8

Coma flor de bananeira (umbigo do cacho) para aumentar a progesterona. Os extratos dessa planta aumentam a quantidade de progesterona produzida pelo organismo, equilibrando os hormônios e reduzindo o sangramento.

Quando cozida, a flor de bananeira pode ser misturada com coalhada e incluso na dieta.

Também fornece alívio durante a menorragia.

 

9

Use framboesa vermelha para fortalecer os músculos uterinos. Similar à canela, essa fruta contém tanino conhecidos por ajudar no fortalecimento dos músculos.

O efeito secante dos taninos ajuda na redução do fluxo menstrual excessivo.

Lave 2 xícaras de folhas de framboesa, coloque numa panela com 2 xícaras de água e deixe ferver.

Peneire e beba de 1 a 2 xícaras desse tônico todos os dias.

 

10

Tome vinagre de maçã. Esse tipo de vinagre contém propriedades que podem desacelerar e regular o fluxo menstrual.

Acrescente 2 colheres (chá) de vinagre de maçã em um copo d'água.

Beba 3 vezes por dia durante a menstruação.

Anúncio

Método 2 de 3: Modificando a alimentação

 

1

Comece a Dieta Mediterrânea para regular o período. Ela consiste numa combinação de alimentos saudáveis, como frutas, legumes, peixes, carne e grãos integrais.

Geralmente, as escolhas contêm poucos sódio, carboidrato e gordura saturada, além de muita proteína.

Evite alimentos não saudáveis para ajudar a prevenir inchaços e sangramentos excessivos devido à menstruação.

 

2

Consuma vagem para conseguir vitamina B. Esse legume é rico em fibras e vitamina B, a qual previne cãibras.

As vitaminas do complexo B são essenciais na hora de converter o estrogênio em excesso no fígado.

Também promovem a síntese das prostaglandinas, as quais são componentes essenciais para reduzir coágulos sanguíneos anormais.

Quantidades insuficientes de vitamina B impedem a produção de prostaglandinas boas e levam à menorragia.

 

3

Coma verduras e frutas ricas em ferro e vitamina C para promover coágulos. O ferro é essencial na formação de células vermelhas do sangue, e uma deficiência desse nutriente pode levar à anemia (uma inabilidade do sangue de coagular adequadamente). A vitamina C e o ferro têm um efeito sinérgico, ou seja, essa vitamina é necessária para que o ferro seja absorvido de maneira eficaz pelo corpo.

Uma diminuição nos níveis de ferro aumenta a perda de sangue por meio da menstruação e provoca a menorragia.

A ingestão diária recomendada de ferro é de 1,8 mg.

Ingira alimentos como ervilhas, carnes, batatas e todos os tipos de verduras para conseguir uma boa quantidade de ferro na alimentação.

O ferro encontrado em alimentos ou suplementos é o férrico, o qual não é prontamente absorvido pelo organismo.

A vitamina C converte o ferro férrico em ferroso, facilitando sua absorção.

Frutas e legumes cítricos são boas fontes desse nutriente.

 

4

Aumente a ingestão de alimentos ricos em magnésio para evitar o excesso de estrogênio. O magnésio é um mineral vital para balancear os hormônios femininos, como a progesterona e o estrogênio.

Conforme a concentração de magnésio diminui, os níveis de estrogênio aumentam, resultando em sangramento excessivo.

As mulheres com menorragia devem aumentar o consumo de alimentos ricos nesse mineral.

Uma boa fonte de magnésio é o chocolate amargo.

Anúncio

Método 3 de 3: Remédios naturais

 

1

Homeopatia: os remédios homeopáticos ajudam os vasos sanguíneos do útero a contrair, consequentemente evitando o sangramento excessivo, melhorando a tonificação muscular e fornecendo nutrientes como ferro e outras vitaminas para ajudar a prevenir a anemia. A ressonância homeopática utiliza sarcodes para ensinar às glândulas endócrinas e aos órgãos reprodutivos a funcionarem corretamente. Esses remédios corrigem os desequilíbrios hormonais e ajudam a controlar os componentes psicológicos responsáveis pelos sintomas. Diversos estudos provaram que eles ajudam no tratamento da menorragia.

Uma importante pesquisa sugere que a ressonância homeopática regula o balanço de estrogênio-progesterona, garantindo efeitos duradouros no alívio da menorragia. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2077876/

Outro estudo sugere que esses remédios diminuem a gravidade e a duração do sangramento menstrual. http://www.biogetica.com/how-to-find-natural-menorrhagia-medicine-treatments-cures

 

2

Remédios fitoterápicos: muitas ervas têm propriedades adstringentes utilizadas por anos e anos para controlar o sangramento uterino excessivo. Além disso, são fontes naturais de fito-hormônios, os quais corrigem o desequilíbrio hormonal e ajudam a controlar a menorragia.

Shatavari (Asparagus racemosus): é bastante eficaz no equilíbrio dos hormônios femininos, além de ajudar no funcionamento do sistema endócrino como um todo. http://www.ijpba.info/ijpba/index.php/ijpba/article/view/305

Açoca (Saraca indica): diversas pesquisas apontam essa erva como essencial no tratamento da menorragia. http://www.ijpcsonline.com/files/73-533.pdf

Symplocos racemosa: tem propriedades adstringentes e contrai os vasos sanguíneos do útero, impedindo o sangramento excessivo. http://www.google.com/patents/US6455077

 Descrição: Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 12.jpg

2

Método 1 de 3: Usando remédios caseiros

 

1

Aplique uma bolsa de gelo para reduzir a perda de sangue, além da dor.

O gelo causa vasoconstrição, ou seja, a contração dos vasos sanguíneos; por isso a redução da perda de sangue.

Coloque uma bolsa de gelo sobre o abdômen por não mais de 20 minutos.

O uso prolongado impede a circulação do sangue, portanto, quando o local começar a ficar dormente, remova a bolsa de gelo.

Reaplique-a após 2 ou 4 horas, durante toda a duração dos sintomas.

Anúncio

 

2

Experimente pé-de-leão para contrair os músculos do útero e reduzir o fluxo sanguíneo. Essa erva é muito utilizada no tratamento da menorragia no mundo todo.

Também é conhecida como alchemilla vulgaris.

A folha dessa erva é utilizada na produção de medicamentos com fortes efeitos contráteis, coagulantes e adstringentes.

Essas características ajudam a normalizar o nível da menstruação.

Dose de 10 a 30 gotas, três vezes por dia, por 2 ou 3 semanas antes do ciclo menstrual começar. O fluxo sanguíneo será bastante reduzido.

 

3

Use bolsa-de-pastor para um alívio imediato. Essa erva reduz o fluxo de sangue dentro de alguns minutos e também fornece alívio quando tomada durante uma menorragia.

Também é conhecida como capsella bursa pastoris.

Administre 1 ml de água morna com 1 ou 2 colheres (chá) de bolsa-de-pastor.

Essa erva também auxilia no sangramento pós-parto.

Ela tem uma forte propriedade adstringente, a qual contrai os vasos sanguíneos, consequentemente diminuindo o fluxo de sangue.

Induz contrações musculares no útero bastante poderosas e leva à compressão da veia localizada entre as fibras musculares do local.

 

4

Use confrei para contrair os vasos sanguíneos. Ele tem notáveis propriedades adstringentes, as quais promovem a vasoconstrição (fechamento dos vasos sanguíneos) e reduzem o sangramento.

É bastante conhecido como um remédio para a hemorragia.

Seu melhor uso é em forma de chá.

Misture 2 colheres (chá) de confrei com água morna e deixe em infusão por meia hora.

Beba um copo desse chá por dia durante a menorragia.

 

5

Use vitex para equilibrar os hormônios. Essa planta tem a habilidade de induzir a produção de progesterona, a qual inibe a menstruação.

Também conhecida como vitex agnus castex.

O vitex normaliza o ciclo feminino de hormônios promovendo a liberação de altas quantidades de progesterona e inibindo a produção de estrogênio.

Isso pode reduzir o sangramento uterino.

Use 30 gotas de extrato ou tintura de vitex 4 vezes por dia durante a menstruação.

 

6

Incorpore canela à alimentação. Esse condimento é bastante utilizado na culinária, mas também fornece alívio à menorragia.

A canela contém taninos, os quais ajudam a reduzir o sangramento.

Misture 1 xícara de água com 1 colher (chá) de canela em pó e tome a cada 15 minutos durante o ciclo menstrual.

 

7

Use sementes de mostarda para normalizar o ciclo. A menorragia pode ser controlada facilmente com esse remédio natural.

Misture 2 g de sementes de mostarda em pó com leite e beba antes e durante o ciclo menstrual.

 

8

Coma flor de bananeira (umbigo do cacho) para aumentar a progesterona. Os extratos dessa planta aumentam a quantidade de progesterona produzida pelo organismo, equilibrando os hormônios e reduzindo o sangramento.

Quando cozida, a flor de bananeira pode ser misturada com coalhada e incluso na dieta.

Também fornece alívio durante a menorragia.

 

9

Use framboesa vermelha para fortalecer os músculos uterinos. Similar à canela, essa fruta contém tanino conhecidos por ajudar no fortalecimento dos músculos.

O efeito secante dos taninos ajuda na redução do fluxo menstrual excessivo.

Lave 2 xícaras de folhas de framboesa, coloque numa panela com 2 xícaras de água e deixe ferver.

Peneire e beba de 1 a 2 xícaras desse tônico todos os dias.

 

10

Tome vinagre de maçã. Esse tipo de vinagre contém propriedades que podem desacelerar e regular o fluxo menstrual.

Acrescente 2 colheres (chá) de vinagre de maçã em um copo d'água.

Beba 3 vezes por dia durante a menstruação.

Anúncio

Método 2 de 3: Modificando a alimentação

 

1

Comece a Dieta Mediterrânea para regular o período. Ela consiste numa combinação de alimentos saudáveis, como frutas, legumes, peixes, carne e grãos integrais.

Geralmente, as escolhas contêm poucos sódio, carboidrato e gordura saturada, além de muita proteína.

Evite alimentos não saudáveis para ajudar a prevenir inchaços e sangramentos excessivos devido à menstruação.

 

2

Consuma vagem para conseguir vitamina B. Esse legume é rico em fibras e vitamina B, a qual previne cãibras.

As vitaminas do complexo B são essenciais na hora de converter o estrogênio em excesso no fígado.

Também promovem a síntese das prostaglandinas, as quais são componentes essenciais para reduzir coágulos sanguíneos anormais.

Quantidades insuficientes de vitamina B impedem a produção de prostaglandinas boas e levam à menorragia.

 

3

Coma verduras e frutas ricas em ferro e vitamina C para promover coágulos. O ferro é essencial na formação de células vermelhas do sangue, e uma deficiência desse nutriente pode levar à anemia (uma inabilidade do sangue de coagular adequadamente). A vitamina C e o ferro têm um efeito sinérgico, ou seja, essa vitamina é necessária para que o ferro seja absorvido de maneira eficaz pelo corpo.

Uma diminuição nos níveis de ferro aumenta a perda de sangue por meio da menstruação e provoca a menorragia.

A ingestão diária recomendada de ferro é de 1,8 mg.

Ingira alimentos como ervilhas, carnes, batatas e todos os tipos de verduras para conseguir uma boa quantidade de ferro na alimentação.

O ferro encontrado em alimentos ou suplementos é o férrico, o qual não é prontamente absorvido pelo organismo.

A vitamina C converte o ferro férrico em ferroso, facilitando sua absorção.

Frutas e legumes cítricos são boas fontes desse nutriente.

 

4

Aumente a ingestão de alimentos ricos em magnésio para evitar o excesso de estrogênio. O magnésio é um mineral vital para balancear os hormônios femininos, como a progesterona e o estrogênio.

Conforme a concentração de magnésio diminui, os níveis de estrogênio aumentam, resultando em sangramento excessivo.

As mulheres com menorragia devem aumentar o consumo de alimentos ricos nesse mineral.

Uma boa fonte de magnésio é o chocolate amargo.

Anúncio

Método 3 de 3: Remédios naturais

 

1

Homeopatia: os remédios homeopáticos ajudam os vasos sanguíneos do útero a contrair, consequentemente evitando o sangramento excessivo, melhorando a tonificação muscular e fornecendo nutrientes como ferro e outras vitaminas para ajudar a prevenir a anemia. A ressonância homeopática utiliza sarcodes para ensinar às glândulas endócrinas e aos órgãos reprodutivos a funcionarem corretamente. Esses remédios corrigem os desequilíbrios hormonais e ajudam a controlar os componentes psicológicos responsáveis pelos sintomas. Diversos estudos provaram que eles ajudam no tratamento da menorragia.

Uma importante pesquisa sugere que a ressonância homeopática regula o balanço de estrogênio-progesterona, garantindo efeitos duradouros no alívio da menorragia. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2077876/

Outro estudo sugere que esses remédios diminuem a gravidade e a duração do sangramento menstrual. http://www.biogetica.com/how-to-find-natural-menorrhagia-medicine-treatments-cures

 

2

Remédios fitoterápicos: muitas ervas têm propriedades adstringentes utilizadas por anos e anos para controlar o sangramento uterino excessivo. Além disso, são fontes naturais de fito-hormônios, os quais corrigem o desequilíbrio hormonal e ajudam a controlar a menorragia.

Shatavari (Asparagus racemosus): é bastante eficaz no equilíbrio dos hormônios femininos, além de ajudar no funcionamento do sistema endócrino como um todo. http://www.ijpba.info/ijpba/index.php/ijpba/article/view/305

Açoca (Saraca indica): diversas pesquisas apontam essa erva como essencial no tratamento da menorragia. http://www.ijpcsonline.com/files/73-533.pdf

Symplocos racemosa: tem propriedades adstringentes e contrai os vasos sanguíneos do útero, impedindo o sangramento excessivo. http://www.google.com/patents/US6455077

.

Descrição: Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 13.jpg

3

Método 1 de 3: Usando remédios caseiros

 

    Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 1.jpg

    1

    Aplique uma bolsa de gelo para reduzir a perda de sangue, além da dor.

        O gelo causa vasoconstrição, ou seja, a contração dos vasos sanguíneos; por isso a redução da perda de sangue.

        Coloque uma bolsa de gelo sobre o abdômen por não mais de 20 minutos.

        O uso prolongado impede a circulação do sangue, portanto, quando o local começar a ficar dormente, remova a bolsa de gelo.

        Reaplique-a após 2 ou 4 horas, durante toda a duração dos sintomas.

    Anúncio

    Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 2.jpg

    2

    Experimente pé-de-leão para contrair os músculos do útero e reduzir o fluxo sanguíneo. Essa erva é muito utilizada no tratamento da menorragia no mundo todo.

        Também é conhecida como alchemilla vulgaris.

        A folha dessa erva é utilizada na produção de medicamentos com fortes efeitos contráteis, coagulantes e adstringentes.

        Essas características ajudam a normalizar o nível da menstruação.

        Dose de 10 a 30 gotas, três vezes por dia, por 2 ou 3 semanas antes do ciclo menstrual começar. O fluxo sanguíneo será bastante reduzido.

    Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 3.jpg

    3

    Use bolsa-de-pastor para um alívio imediato. Essa erva reduz o fluxo de sangue dentro de alguns minutos e também fornece alívio quando tomada durante uma menorragia.

        Também é conhecida como capsella bursa pastoris.

        Administre 1 ml de água morna com 1 ou 2 colheres (chá) de bolsa-de-pastor.

        Essa erva também auxilia no sangramento pós-parto.

        Ela tem uma forte propriedade adstringente, a qual contrai os vasos sanguíneos, consequentemente diminuindo o fluxo de sangue.

        Induz contrações musculares no útero bastante poderosas e leva à compressão da veia localizada entre as fibras musculares do local.

    Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 4.jpg

    4

    Use confrei para contrair os vasos sanguíneos. Ele tem notáveis propriedades adstringentes, as quais promovem a vasoconstrição (fechamento dos vasos sanguíneos) e reduzem o sangramento.

        É bastante conhecido como um remédio para a hemorragia.

        Seu melhor uso é em forma de chá.

        Misture 2 colheres (chá) de confrei com água morna e deixe em infusão por meia hora.

        Beba um copo desse chá por dia durante a menorragia.

    Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 5.jpg

    5

    Use vitex para equilibrar os hormônios. Essa planta tem a habilidade de induzir a produção de progesterona, a qual inibe a menstruação.

        Também conhecida como vitex agnus castex.

        O vitex normaliza o ciclo feminino de hormônios promovendo a liberação de altas quantidades de progesterona e inibindo a produção de estrogênio.

        Isso pode reduzir o sangramento uterino.

        Use 30 gotas de extrato ou tintura de vitex 4 vezes por dia durante a menstruação.

    Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 6.jpg

    6

    Incorpore canela à alimentação. Esse condimento é bastante utilizado na culinária, mas também fornece alívio à menorragia.

        A canela contém taninos, os quais ajudam a reduzir o sangramento.

        Misture 1 xícara de água com 1 colher (chá) de canela em pó e tome a cada 15 minutos durante o ciclo menstrual.

    Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 7.jpg

    7

    Use sementes de mostarda para normalizar o ciclo. A menorragia pode ser controlada facilmente com esse remédio natural.

        Misture 2 g de sementes de mostarda em pó com leite e beba antes e durante o ciclo menstrual.

    Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 8.jpg

    8

    Coma flor de bananeira (umbigo do cacho) para aumentar a progesterona. Os extratos dessa planta aumentam a quantidade de progesterona produzida pelo organismo, equilibrando os hormônios e reduzindo o sangramento.

        Quando cozida, a flor de bananeira pode ser misturada com coalhada e incluso na dieta.

        Também fornece alívio durante a menorragia.

    Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 9.jpg

    9

    Use framboesa vermelha para fortalecer os músculos uterinos. Similar à canela, essa fruta contém tanino conhecidos por ajudar no fortalecimento dos músculos.

        O efeito secante dos taninos ajuda na redução do fluxo menstrual excessivo.

        Lave 2 xícaras de folhas de framboesa, coloque numa panela com 2 xícaras de água e deixe ferver.

        Peneire e beba de 1 a 2 xícaras desse tônico todos os dias.

    Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 10.jpg

    10

    Tome vinagre de maçã. Esse tipo de vinagre contém propriedades que podem desacelerar e regular o fluxo menstrual.

        Acrescente 2 colheres (chá) de vinagre de maçã em um copo d'água.

        Beba 3 vezes por dia durante a menstruação.

    Anúncio

 

Método 2 de 3: Modificando a alimentação

 

    Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 11.jpg

    1

    Comece a Dieta Mediterrânea para regular o período. Ela consiste numa combinação de alimentos saudáveis, como frutas, legumes, peixes, carne e grãos integrais.

        Geralmente, as escolhas contêm poucos sódio, carboidrato e gordura saturada, além de muita proteína.

        Evite alimentos não saudáveis para ajudar a prevenir inchaços e sangramentos excessivos devido à menstruação.

    Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 12.jpg

    2

    Consuma vagem para conseguir vitamina B. Esse legume é rico em fibras e vitamina B, a qual previne cãibras.

        As vitaminas do complexo B são essenciais na hora de converter o estrogênio em excesso no fígado.

        Também promovem a síntese das prostaglandinas, as quais são componentes essenciais para reduzir coágulos sanguíneos anormais.

        Quantidades insuficientes de vitamina B impedem a produção de prostaglandinas boas e levam à menorragia.

    Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 13.jpg

    3

    Coma verduras e frutas ricas em ferro e vitamina C para promover coágulos. O ferro é essencial na formação de células vermelhas do sangue, e uma deficiência desse nutriente pode levar à anemia (uma inabilidade do sangue de coagular adequadamente). A vitamina C e o ferro têm um efeito sinérgico, ou seja, essa vitamina é necessária para que o ferro seja absorvido de maneira eficaz pelo corpo.

        Uma diminuição nos níveis de ferro aumenta a perda de sangue por meio da menstruação e provoca a menorragia.

        A ingestão diária recomendada de ferro é de 1,8 mg.

        Ingira alimentos como ervilhas, carnes, batatas e todos os tipos de verduras para conseguir uma boa quantidade de ferro na alimentação.

        O ferro encontrado em alimentos ou suplementos é o férrico, o qual não é prontamente absorvido pelo organismo.

        A vitamina C converte o ferro férrico em ferroso, facilitando sua absorção.

        Frutas e legumes cítricos são boas fontes desse nutriente.

    Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 14.jpg

    4

    Aumente a ingestão de alimentos ricos em magnésio para evitar o excesso de estrogênio. O magnésio é um mineral vital para balancear os hormônios femininos, como a progesterona e o estrogênio.

        Conforme a concentração de magnésio diminui, os níveis de estrogênio aumentam, resultando em sangramento excessivo.

        As mulheres com menorragia devem aumentar o consumo de alimentos ricos nesse mineral.

        Uma boa fonte de magnésio é o chocolate amargo.

    Anúncio

 

Método 3 de 3: Remédios naturais

 

    Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 15.jpg

    1

    Homeopatia: os remédios homeopáticos ajudam os vasos sanguíneos do útero a contrair, consequentemente evitando o sangramento excessivo, melhorando a tonificação muscular e fornecendo nutrientes como ferro e outras vitaminas para ajudar a prevenir a anemia. A ressonância homeopática utiliza sarcodes para ensinar às glândulas endócrinas e aos órgãos reprodutivos a funcionarem corretamente. Esses remédios corrigem os desequilíbrios hormonais e ajudam a controlar os componentes psicológicos responsáveis pelos sintomas. Diversos estudos provaram que eles ajudam no tratamento da menorragia.

        Uma importante pesquisa sugere que a ressonância homeopática regula o balanço de estrogênio-progesterona, garantindo efeitos duradouros no alívio da menorragia. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2077876/

        Outro estudo sugere que esses remédios diminuem a gravidade e a duração do sangramento menstrual. http://www.biogetica.com/how-to-find-natural-menorrhagia-medicine-treatments-cures

    Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 16.jpg

    2

    Remédios fitoterápicos: muitas ervas têm propriedades adstringentes utilizadas por anos e anos para controlar o sangramento uterino excessivo. Além disso, são fontes naturais de fito-hormônios, os quais corrigem o desequilíbrio hormonal e ajudam a controlar a menorragia.

        Shatavari (Asparagus racemosus): é bastante eficaz no equilíbrio dos hormônios femininos, além de ajudar no funcionamento do sistema endócrino como um todo. http://www.ijpba.info/ijpba/index.php/ijpba/article/view/305

        Açoca (Saraca indica): diversas pesquisas apontam essa erva como essencial no tratamento da menorragia. http://www.ijpcsonline.com/files/73-533.pdf

        Symplocos racemosa: tem propriedades adstringentes e contrai os vasos sanguíneos do útero, impedindo o sangramento excessivo. http://www.google.com/patents/US6455077 Descrição: Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 14.jpg

4

Aumente a ingestão de alimentos ricos em magnésio para evitar o excesso de estrogênio. O magnésio é um mineral vital para balancear os hormônios femininos, como a progesterona e o estrogênio.

Conforme a concentração de magnésio diminui, os níveis de estrogênio aumentam, resultando em sangramento excessivo.

As mulheres com menorragia devem aumentar o consumo de alimentos ricos nesse mineral.

Uma boa fonte de magnésio é o chocolate amargo.

Anúncio

Método 3 de 3: Remédios naturais

Descrição: Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 15.jpg

1

Método 1 de 3: Usando remédios caseiros

 

1

Aplique uma bolsa de gelo para reduzir a perda de sangue, além da dor.

O gelo causa vasoconstrição, ou seja, a contração dos vasos sanguíneos; por isso a redução da perda de sangue.

Coloque uma bolsa de gelo sobre o abdômen por não mais de 20 minutos.

O uso prolongado impede a circulação do sangue, portanto, quando o local começar a ficar dormente, remova a bolsa de gelo.

Reaplique-a após 2 ou 4 horas, durante toda a duração dos sintomas.

Anúncio

 

2

Experimente pé-de-leão para contrair os músculos do útero e reduzir o fluxo sanguíneo. Essa erva é muito utilizada no tratamento da menorragia no mundo todo.

Também é conhecida como alchemilla vulgaris.

A folha dessa erva é utilizada na produção de medicamentos com fortes efeitos contráteis, coagulantes e adstringentes.

Essas características ajudam a normalizar o nível da menstruação.

Dose de 10 a 30 gotas, três vezes por dia, por 2 ou 3 semanas antes do ciclo menstrual começar. O fluxo sanguíneo será bastante reduzido.

 

3

Use bolsa-de-pastor para um alívio imediato. Essa erva reduz o fluxo de sangue dentro de alguns minutos e também fornece alívio quando tomada durante uma menorragia.

Também é conhecida como capsella bursa pastoris.

Administre 1 ml de água morna com 1 ou 2 colheres (chá) de bolsa-de-pastor.

Essa erva também auxilia no sangramento pós-parto.

Ela tem uma forte propriedade adstringente, a qual contrai os vasos sanguíneos, consequentemente diminuindo o fluxo de sangue.

Induz contrações musculares no útero bastante poderosas e leva à compressão da veia localizada entre as fibras musculares do local.

 

4

Use confrei para contrair os vasos sanguíneos. Ele tem notáveis propriedades adstringentes, as quais promovem a vasoconstrição (fechamento dos vasos sanguíneos) e reduzem o sangramento.

É bastante conhecido como um remédio para a hemorragia.

Seu melhor uso é em forma de chá.

Misture 2 colheres (chá) de confrei com água morna e deixe em infusão por meia hora.

Beba um copo desse chá por dia durante a menorragia.

 

5

Use vitex para equilibrar os hormônios. Essa planta tem a habilidade de induzir a produção de progesterona, a qual inibe a menstruação.

Também conhecida como vitex agnus castex.

O vitex normaliza o ciclo feminino de hormônios promovendo a liberação de altas quantidades de progesterona e inibindo a produção de estrogênio.

Isso pode reduzir o sangramento uterino.

Use 30 gotas de extrato ou tintura de vitex 4 vezes por dia durante a menstruação.

 

6

Incorpore canela à alimentação. Esse condimento é bastante utilizado na culinária, mas também fornece alívio à menorragia.

A canela contém taninos, os quais ajudam a reduzir o sangramento.

Misture 1 xícara de água com 1 colher (chá) de canela em pó e tome a cada 15 minutos durante o ciclo menstrual.

 

7

Use sementes de mostarda para normalizar o ciclo. A menorragia pode ser controlada facilmente com esse remédio natural.

Misture 2 g de sementes de mostarda em pó com leite e beba antes e durante o ciclo menstrual.

 

8

Coma flor de bananeira (umbigo do cacho) para aumentar a progesterona. Os extratos dessa planta aumentam a quantidade de progesterona produzida pelo organismo, equilibrando os hormônios e reduzindo o sangramento.

Quando cozida, a flor de bananeira pode ser misturada com coalhada e incluso na dieta.

Também fornece alívio durante a menorragia.

 

9

Use framboesa vermelha para fortalecer os músculos uterinos. Similar à canela, essa fruta contém tanino conhecidos por ajudar no fortalecimento dos músculos.

O efeito secante dos taninos ajuda na redução do fluxo menstrual excessivo.

Lave 2 xícaras de folhas de framboesa, coloque numa panela com 2 xícaras de água e deixe ferver.

Peneire e beba de 1 a 2 xícaras desse tônico todos os dias.

 

10

Tome vinagre de maçã. Esse tipo de vinagre contém propriedades que podem desacelerar e regular o fluxo menstrual.

Acrescente 2 colheres (chá) de vinagre de maçã em um copo d'água.

Beba 3 vezes por dia durante a menstruação.

Anúncio

Método 2 de 3: Modificando a alimentação

 

1

Comece a Dieta Mediterrânea para regular o período. Ela consiste numa combinação de alimentos saudáveis, como frutas, legumes, peixes, carne e grãos integrais.

Geralmente, as escolhas contêm poucos sódio, carboidrato e gordura saturada, além de muita proteína.

Evite alimentos não saudáveis para ajudar a prevenir inchaços e sangramentos excessivos devido à menstruação.

 

2

Consuma vagem para conseguir vitamina B. Esse legume é rico em fibras e vitamina B, a qual previne cãibras.

As vitaminas do complexo B são essenciais na hora de converter o estrogênio em excesso no fígado.

Também promovem a síntese das prostaglandinas, as quais são componentes essenciais para reduzir coágulos sanguíneos anormais.

Quantidades insuficientes de vitamina B impedem a produção de prostaglandinas boas e levam à menorragia.

 

3

Coma verduras e frutas ricas em ferro e vitamina C para promover coágulos. O ferro é essencial na formação de células vermelhas do sangue, e uma deficiência desse nutriente pode levar à anemia (uma inabilidade do sangue de coagular adequadamente). A vitamina C e o ferro têm um efeito sinérgico, ou seja, essa vitamina é necessária para que o ferro seja absorvido de maneira eficaz pelo corpo.

Uma diminuição nos níveis de ferro aumenta a perda de sangue por meio da menstruação e provoca a menorragia.

A ingestão diária recomendada de ferro é de 1,8 mg.

Ingira alimentos como ervilhas, carnes, batatas e todos os tipos de verduras para conseguir uma boa quantidade de ferro na alimentação.

O ferro encontrado em alimentos ou suplementos é o férrico, o qual não é prontamente absorvido pelo organismo.

A vitamina C converte o ferro férrico em ferroso, facilitando sua absorção.

Frutas e legumes cítricos são boas fontes desse nutriente.

 

4

Aumente a ingestão de alimentos ricos em magnésio para evitar o excesso de estrogênio. O magnésio é um mineral vital para balancear os hormônios femininos, como a progesterona e o estrogênio.

Conforme a concentração de magnésio diminui, os níveis de estrogênio aumentam, resultando em sangramento excessivo.

As mulheres com menorragia devem aumentar o consumo de alimentos ricos nesse mineral.

Uma boa fonte de magnésio é o chocolate amargo.

Anúncio

Método 3 de 3: Remédios naturais

 

1

Homeopatia: os remédios homeopáticos ajudam os vasos sanguíneos do útero a contrair, consequentemente evitando o sangramento excessivo, melhorando a tonificação muscular e fornecendo nutrientes como ferro e outras vitaminas para ajudar a prevenir a anemia. A ressonância homeopática utiliza sarcodes para ensinar às glândulas endócrinas e aos órgãos reprodutivos a funcionarem corretamente. Esses remédios corrigem os desequilíbrios hormonais e ajudam a controlar os componentes psicológicos responsáveis pelos sintomas. Diversos estudos provaram que eles ajudam no tratamento da menorragia.

Uma importante pesquisa sugere que a ressonância homeopática regula o balanço de estrogênio-progesterona, garantindo efeitos duradouros no alívio da menorragia. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2077876/

Outro estudo sugere que esses remédios diminuem a gravidade e a duração do sangramento menstrual. http://www.biogetica.com/how-to-find-natural-menorrhagia-medicine-treatments-cures

 

2

Remédios fitoterápicos: muitas ervas têm propriedades adstringentes utilizadas por anos e anos para controlar o sangramento uterino excessivo. Além disso, são fontes naturais de fito-hormônios, os quais corrigem o desequilíbrio hormonal e ajudam a controlar a menorragia.

Shatavari (Asparagus racemosus): é bastante eficaz no equilíbrio dos hormônios femininos, além de ajudar no funcionamento do sistema endócrino como um todo. http://www.ijpba.info/ijpba/index.php/ijpba/article/view/305

Açoca (Saraca indica): diversas pesquisas apontam essa erva como essencial no tratamento da menorragia. http://www.ijpcsonline.com/files/73-533.pdf

Symplocos racemosa: tem propriedades adstringentes e contrai os vasos sanguíneos do útero, impedindo o sangramento excessivo. http://www.google.com/patents/US6455077

 Descrição: Stop Heavy Menstrual Bleeding Naturally Step 16.jpg

Método 1 de 3: Usando remédios caseiros

 

1

Aplique uma bolsa de gelo para reduzir a perda de sangue, além da dor.

O gelo causa vasoconstrição, ou seja, a contração dos vasos sanguíneos; por isso a redução da perda de sangue.

Coloque uma bolsa de gelo sobre o abdômen por não mais de 20 minutos.

O uso prolongado impede a circulação do sangue, portanto, quando o local começar a ficar dormente, remova a bolsa de gelo.

Reaplique-a após 2 ou 4 horas, durante toda a duração dos sintomas.

Anúncio

 

2

Experimente pé-de-leão para contrair os músculos do útero e reduzir o fluxo sanguíneo. Essa erva é muito utilizada no tratamento da menorragia no mundo todo.

Também é conhecida como alchemilla vulgaris.

A folha dessa erva é utilizada na produção de medicamentos com fortes efeitos contráteis, coagulantes e adstringentes.

Essas características ajudam a normalizar o nível da menstruação.

Dose de 10 a 30 gotas, três vezes por dia, por 2 ou 3 semanas antes do ciclo menstrual começar. O fluxo sanguíneo será bastante reduzido.

 

3

Use bolsa-de-pastor para um alívio imediato. Essa erva reduz o fluxo de sangue dentro de alguns minutos e também fornece alívio quando tomada durante uma menorragia.

Também é conhecida como capsella bursa pastoris.

Administre 1 ml de água morna com 1 ou 2 colheres (chá) de bolsa-de-pastor.

Essa erva também auxilia no sangramento pós-parto.

Ela tem uma forte propriedade adstringente, a qual contrai os vasos sanguíneos, consequentemente diminuindo o fluxo de sangue.

Induz contrações musculares no útero bastante poderosas e leva à compressão da veia localizada entre as fibras musculares do local.

 

4

Use confrei para contrair os vasos sanguíneos. Ele tem notáveis propriedades adstringentes, as quais promovem a vasoconstrição (fechamento dos vasos sanguíneos) e reduzem o sangramento.

É bastante conhecido como um remédio para a hemorragia.

Seu melhor uso é em forma de chá.

Misture 2 colheres (chá) de confrei com água morna e deixe em infusão por meia hora.

Beba um copo desse chá por dia durante a menorragia.

 

5

Use vitex para equilibrar os hormônios. Essa planta tem a habilidade de induzir a produção de progesterona, a qual inibe a menstruação.

Também conhecida como vitex agnus castex.

O vitex normaliza o ciclo feminino de hormônios promovendo a liberação de altas quantidades de progesterona e inibindo a produção de estrogênio.

Isso pode reduzir o sangramento uterino.

Use 30 gotas de extrato ou tintura de vitex 4 vezes por dia durante a menstruação.

 

6

Incorpore canela à alimentação. Esse condimento é bastante utilizado na culinária, mas também fornece alívio à menorragia.

A canela contém taninos, os quais ajudam a reduzir o sangramento.

Misture 1 xícara de água com 1 colher (chá) de canela em pó e tome a cada 15 minutos durante o ciclo menstrual.

 

7

Use sementes de mostarda para normalizar o ciclo. A menorragia pode ser controlada facilmente com esse remédio natural.

Misture 2 g de sementes de mostarda em pó com leite e beba antes e durante o ciclo menstrual.

 

8

Coma flor de bananeira (umbigo do cacho) para aumentar a progesterona. Os extratos dessa planta aumentam a quantidade de progesterona produzida pelo organismo, equilibrando os hormônios e reduzindo o sangramento.

Quando cozida, a flor de bananeira pode ser misturada com coalhada e incluso na dieta.

Também fornece alívio durante a menorragia.

 

9

Use framboesa vermelha para fortalecer os músculos uterinos. Similar à canela, essa fruta contém tanino conhecidos por ajudar no fortalecimento dos músculos.

O efeito secante dos taninos ajuda na redução do fluxo menstrual excessivo.

Lave 2 xícaras de folhas de framboesa, coloque numa panela com 2 xícaras de água e deixe ferver.

Peneire e beba de 1 a 2 xícaras desse tônico todos os dias.

 

10

Tome vinagre de maçã. Esse tipo de vinagre contém propriedades que podem desacelerar e regular o fluxo menstrual.

Acrescente 2 colheres (chá) de vinagre de maçã em um copo d'água.

Beba 3 vezes por dia durante a menstruação.

Anúncio

Método 2 de 3: Modificando a alimentação

 

1

Comece a Dieta Mediterrânea para regular o período. Ela consiste numa combinação de alimentos saudáveis, como frutas, legumes, peixes, carne e grãos integrais.

Geralmente, as escolhas contêm poucos sódio, carboidrato e gordura saturada, além de muita proteína.

Evite alimentos não saudáveis para ajudar a prevenir inchaços e sangramentos excessivos devido à menstruação.

 

2

Consuma vagem para conseguir vitamina B. Esse legume é rico em fibras e vitamina B, a qual previne cãibras.

As vitaminas do complexo B são essenciais na hora de converter o estrogênio em excesso no fígado.

Também promovem a síntese das prostaglandinas, as quais são componentes essenciais para reduzir coágulos sanguíneos anormais.

Quantidades insuficientes de vitamina B impedem a produção de prostaglandinas boas e levam à menorragia.

 

3

Coma verduras e frutas ricas em ferro e vitamina C para promover coágulos. O ferro é essencial na formação de células vermelhas do sangue, e uma deficiência desse nutriente pode levar à anemia (uma inabilidade do sangue de coagular adequadamente). A vitamina C e o ferro têm um efeito sinérgico, ou seja, essa vitamina é necessária para que o ferro seja absorvido de maneira eficaz pelo corpo.

Uma diminuição nos níveis de ferro aumenta a perda de sangue por meio da menstruação e provoca a menorragia.

A ingestão diária recomendada de ferro é de 1,8 mg.

Ingira alimentos como ervilhas, carnes, batatas e todos os tipos de verduras para conseguir uma boa quantidade de ferro na alimentação.

O ferro encontrado em alimentos ou suplementos é o férrico, o qual não é prontamente absorvido pelo organismo.

A vitamina C converte o ferro férrico em ferroso, facilitando sua absorção.

Frutas e legumes cítricos são boas fontes desse nutriente.

 

4

Aumente a ingestão de alimentos ricos em magnésio para evitar o excesso de estrogênio. O magnésio é um mineral vital para balancear os hormônios femininos, como a progesterona e o estrogênio.

Conforme a concentração de magnésio diminui, os níveis de estrogênio aumentam, resultando em sangramento excessivo.

As mulheres com menorragia devem aumentar o consumo de alimentos ricos nesse mineral.

Uma boa fonte de magnésio é o chocolate amargo.

Anúncio

Método 3 de 3: Remédios naturais

 

1

Homeopatia: os remédios homeopáticos ajudam os vasos sanguíneos do útero a contrair, consequentemente evitando o sangramento excessivo, melhorando a tonificação muscular e fornecendo nutrientes como ferro e outras vitaminas para ajudar a prevenir a anemia. A ressonância homeopática utiliza sarcodes para ensinar às glândulas endócrinas e aos órgãos reprodutivos a funcionarem corretamente. Esses remédios corrigem os desequilíbrios hormonais e ajudam a controlar os componentes psicológicos responsáveis pelos sintomas. Diversos estudos provaram que eles ajudam no tratamento da menorragia.

Uma importante pesquisa sugere que a ressonância homeopática regula o balanço de estrogênio-progesterona, garantindo efeitos duradouros no alívio da menorragia. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2077876/

Outro estudo sugere que esses remédios diminuem a gravidade e a duração do sangramento menstrual. http://www.biogetica.com/how-to-find-natural-menorrhagia-medicine-treatments-cures

 

2

Remédios fitoterápicos: muitas ervas têm propriedades adstringentes utilizadas por anos e anos para controlar o sangramento uterino excessivo. Além disso, são fontes naturais de fito-hormônios, os quais corrigem o desequilíbrio hormonal e ajudam a controlar a menorragia.

Shatavari (Asparagus racemosus): é bastante eficaz no equilíbrio dos hormônios femininos, além de ajudar no funcionamento do sistema endócrino como um todo. http://www.ijpba.info/ijpba/index.php/ijpba/article/view/305

Açoca (Saraca indica): diversas pesquisas apontam essa erva como essencial no tratamento da menorragia. http://www.ijpcsonline.com/files/73-533.pdf

Symplocos racemosa: tem propriedades adstringentes e contrai os vasos sanguíneos do útero, impedindo o sangramento excessivo. http://www.google.com/patents/US6455077