Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: C:\Users\Ervas\Desktop\ervas e doencas\aborto_arquivos\image001.jpg

Voltar a pagina inicial

Prurido retal

Fone 43 3325 5103

Resumo sobre prurido anal

Descrição: http://www.criasaude.com.br/data/dataimages/Upload/hemorroidas.jpgO prurido anal, como o próprio nome indica, é uma sensação de coceira na região anal e perianal. O ânus é a porção final do trato digestivo, por onde as fezes são eliminadas. Muitas são as causas do prurido anal, sendo que cerca de metade delas não são conhecidas, sendo chamadas de prurido anal essencial ou idiopático.

Dentre as causas conhecidas estão alergias gerais, infecções por vírus, bactérias e parasitas, falta de higiene adequada, uso de roupas que causam irritação, etc. O sintoma normalmente é coceira e ardor na região anal.

O diagnóstico é feito pelo proctologista mediante diversas perguntas e exame clínico. Outros exames como biopsia, exame de sangue, fezes, etc, podem ser necessários. A coceira constante pode causar fissuras que se infeccionam e levam a complicações.

Descrição: http://www.criasaude.com.br/data/dataimages/Upload/agua_gonorreia.jpgO tratamento pode ser feito com medicamentos que controlem a coceira, como anti-histamínicos. Mudanças nos hábitos de vida e de higiene também são importantes e evitam recorrências.

Algumas plantas medicinais indicadas incluem o hamamélis, a camomila e o verbasco. Algumas dicas são: evitar coçar, usar sabonetes neutros, trocar de roupa íntima constantemente, limpar bem a área anal, alimentar-se bem com frutas e legumes e evitar fumar e beber em excesso.

Definição

O prurido anal é uma sensação desagradável sentida na pele que está ao redor do ânus. Esta condição, chamada também de coceira anal, é um dos cinco sinais de doenças do ânus e do reto, ou seja, doenças tratadas pelo proctologista.

Causas

Descrição: http://www.criasaude.com.br/data/dataimages/Upload/intestino-grosso.jpgAs causas de metade dos casos não são encontradas. Estes são chamados de prurido anal essencial ou idiopática. A outra metade é geralmente o resultado de uma condição da pele. Este tipo de coceira é qualificado como ginecológica ou proctológica.

Para entender essa condição, você deve saber que o ânus é a abertura externa do trato digestivo, que segue o canal anal e através do qual o nosso corpo elimina fezes.

A constante exposição ao meio ambiente, sudorese, umidade e aeração insuficiente nesta parte do corpo favorecem ​​à multiplicação de germes neste lugar. Como resultado, as infecções bacterianas são as causas frequentes de prurido anal. Vírus e parasitas (incluindo vermes) e infecções sexualmente transmissíveis (por exemplo, a gonorreia) também podem infectar o ânus. O paciente é mais suscetível a esses germes se a imunidade é deficiente.

Descrição: http://www.criasaude.com.br/data/dataimages/Upload/cafe.jpgAlém disso, o prolapso retal ou anal, úlceras, fissuras, hemorroidas, síndrome do intestino irritável, eczema e os tumores anais e perianais são peças que provocam o prurido.

O uso de drogas e o consumo de certos alimentos, como café, taninos, molho de tomate, álcool ou do tabaco afetam o ânus. Isso também acontece para o uso de cosméticos, roupas mal tolerada pelo organismo, e a falta ou excessos de higiene.

Além disso, fatores tais como a diabetes, o estresse, gota, insuficiência renal, problemas da tireoide e doenças do sangue aumentam o risco de aparecimento de prurido anal.

O prurido também é favorecido pela menopausa, gravidez, a pele seca ou molhada demais.

Sintomas

O principal sintoma é a coceira ou ardor no próprio ânus, que ocorre geralmente durante a noite. É acompanhado por um impulso irresistível de coçar e insônia.

Também está associada com as lesões devido a arranhões, tais como úlceras e escoriações.

Descrição: http://www.criasaude.com.br/data/dataimages/Upload/medico_lupa.jpgQuando há pequenas vesículas genitais, isso pode ser indicio de doenças virais, enquanto a candidíase produz eritema ao redor. Além disso, inchaço anal, sangue nas fezes com ou sem muco, distúrbios digestivos e outros sintomas incomuns devido a infecções também podem aparecer.

Diagnóstico

Para confirmar o diagnóstico de prurido anal, o médico irá fazer perguntas sobre os sintomas, o início, duração da doença, hábitos alimentares, roupas ou drogas. Ele também pergunta se um ou mais membros da família apresentam problemas especiais que podem ser causadores da doença. O médico fará exames completos, da cabeça aos pés.

Outros exames como biópsia, colonoscopia, exames de sangue e fezes são usados para identificar a causa do prurido.

Complicações

A região perianal é continuamente exposta a fezes e coçar só mantem o prurido. Na verdade, a coceira pode causar feridas na pele que aumentam o risco de infecção e perpetua a coceira. Dessa forma, cria-se um círculo vicioso crônico que perdura mesmo quando a causa seja tratada. Dessa forma há a formação defístulas entre o reto, a região perianal e a pele em torno do ânus. Neste caso, as fezes e pus são transmitidos.

Eventualmente, a depressão pode acompanhar o paciente.

Nunca se esqueça que a própria doença causadora do prurido anal pode piorar, especialmente se não for tratada adequadamente.

Tratamentos

Descrição: http://www.criasaude.com.br/data/dataimages/Upload/Medicament-G.jpgMedicamentos, como anti-histamínicos só servem para aliviar a coceira. Para o tratamento da causa, o médico pode prescrever a medicação de tratamento de feridas, ou eletrocoagulação. Às vezes cirurgia, infravermelho, tratamentos térmicos, crioterapia, acupuntura, psicoterapia ou relaxamento são necessários. Estas técnicas podem ser usadas isoladamente ou em combinação, a critério do profissional de saúde.

Para o prurido anal idiopático, deve essencialmente limpar e secar a área anal.

Mudar maus hábitos de vida, mudanças de medicação ou de tipos de roupa ajudam a eliminar prurido anal e prevenir a reincidência.

Fitoterapia

Algumas ervas, especialmente aquelas também usadas para tratar hemorróidas, podem ser um bom complemento para o tratamento convencional contra coceiras e fissuras anais:

Os remédios naturais são:

Descrição: http://www.criasaude.com.br/data/dataimages/Upload/hamamelis.jpg- Hamamélis.

- Calendula (creme, aplique duas vezes por dia).

- Castanha da Índia.

- Verbasco (como cataplasma de folhas de verbasco).

Dicas do prurido anal

Observe as seguintes dicas:

Descrição: http://www.criasaude.com.br/data/dataimages/Upload/legumes.JPG- Coma regularmente frutas e legumes.

- Beba bastante líquido, de preferência água.

-Consulte um médico se você pretende tomar alguma medicação ou aplicação tópica.

- Acostume-se a ter unhas curtas.

- Tome banho duas vezes por dia sem fazer limpeza excessiva.

- Prefira sabonetes suaves.

- Não"agredir" o ânus com papel seco ou objetos ásperos.

- Depois de cada evacuação, limpar o ânus e lavá-lo com um pano macio e úmido.

- Usar roupas íntimas de algodão que se adeque ao seu tamanho, e muda-las com freqüência.

Prevenção

Dicas de prevenção:


Descrição: http://www.criasaude.com.br/data/dataimages/Upload/medecin-fr.jpg- Aplicar medidas preventivas contra a infestação por vermes.

- Abster-se de substâncias irritantes, como chocolate, álcool, tabaco, taninos e especiarias.

Se você tiver prurido anal:

-Abster-se de coçar.

- Observar as regras de higiene.

Uma simples coceira anal pode refletir uma doença grave subjacente. Então, consulte o seu médico imediatamente se:

- Os sintomas persistirem ou intensificarem.

- As evacuações forem dolorosas.

- Úlceras, feridas, sangramento ou outros sinais incomuns aparecerem.

Ver: Prurido anal