Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: C:\Users\Ervas\Desktop\ervas e doencas\aborto_arquivos\image001.jpg

Voltar a pagina inicial

Reumatismo gotoso 

Fone 43 3325 5103

Chá de sucupira controla artrite, artrose e reumatismo

 

Chá de sucupira controla artrite, artrose e reumatismo é aconselhável tomar cálcio de ostra juntamente.

A semente de sucupira é indicada para o tratamento de artrite, osteoartrite – conhecida como artrose – e reumatismo. Estas doenças se caracterizam por inflamações nas articulações, principalmente do joelho e dos ombros. A artrite e a artrose podem ser provocadas por um desgaste natural das articulações devido à própria estrutura do osso e às alterações no líquido sinovial, ou pela realização de atividades físicas de impacto por um longo período de tempo.

 

Essas doenças são comuns em atletas e em pessoas idosas. Elas ocorrem com frequência em idosos, mas a incidência, comparada com outras enfermidades, não é tão grande. Para prevenir a doença, deve-se evitar praticar atividades físicas de alto impacto. As atividades devem ser praticadas em terrenos macios como terra e grama, e a intensidade delas deve ser dosada.

 

O controle da artrite, artrose e reumatismo pode ser feito com medicamentos naturais, como a semente de sucupira. Este fitoterápico surgiu a partir de informações populares sobre as propriedades analgésicas das sementes da Bavichia vergilioides, nome científico da planta.

 

A sucupira possui também ação antibiótica excelente para casos de infecção de garganta.

 

O chá de sucupira é usado no combate a úlceras, gastrites, ácido úrico, amidalite, artrite, asma, blenorragia, dermatoses, dor espasmódica, diabete, rouquidão, sífilis, hemorragias, vermes intestinais. Além disso, é anticancerígeno e combate inflamações no útero e no ovário.

 

Como fazer chá de semente de sucupira

 

Lavar bem. Usar três pedaços de casca ou semente. Ferver por um minuto em um litro de água. Esperar amornar. Beber como se fosse água.

 

As sementes são duríssimas. Para despedaçá-las, use um alicate bem forte e cortante. Com alicate comum é impossível e se martelar os pedaços voam longe. Tem que quebrar as sementes, pois a resina curativa está dentro dela.

Descrição: http://4.bp.blogspot.com/-yA0bAeDPSJ8/UmAnOhZITnI/AAAAAAAAE1I/2QDhLXAO0uY/s320/Ch%C3%A1+de+sucupira+-+Cura+pela+Natureza.jpg 

Chá de sucupira controla artrite, artrose e reumatismo

A semente de sucupira é indicada para o tratamento de artrite, osteoartrite – conhecida como artrose – e reumatismo. Estas doenças se caracterizam por inflamações nas articulações, principalmente do joelho e dos ombros. A artrite e a artrose podem ser provocadas por um desgaste natural das articulações devido à própria estrutura do osso e às alterações no líquido sinovial, ou pela realização de atividades físicas de impacto por um longo período de tempo.

 

Essas doenças são comuns em atletas e em pessoas idosas. Elas ocorrem com frequência em idosos, mas a incidência, comparada com outras enfermidades, não é tão grande. Para prevenir a doença, deve-se evitar praticar atividades físicas de alto impacto. As atividades devem ser praticadas em terrenos macios como terra e grama, e a intensidade delas deve ser dosada.

 

O controle da artrite, artrose e reumatismo pode ser feito com medicamentos naturais, como a semente de sucupira. Este fitoterápico surgiu a partir de informações populares sobre as propriedades analgésicas das sementes da Bavichia vergilioides, nome científico da planta.

 

A sucupira possui também ação antibiótica excelente para casos de infecção de garganta.

 

O chá de sucupira é usado no combate a úlceras, gastrites, ácido úrico, amidalite, artrite, asma, blenorragia, dermatoses, dor espasmódica, diabete, rouquidão, sífilis, hemorragias, vermes intestinais. Além disso, é anticancerígeno e combate inflamações no útero e no ovário.

 

Como fazer chá de semente de sucupira

 

Lavar bem. Usar três pedaços de casca ou semente. Ferver por um minuto em um litro de água. Esperar amornar. Beber como se fosse água.

 

As sementes são duríssimas. Para despedaçá-las, use um alicate bem forte e cortante. Com alicate comum é impossível e se martelar os pedaços voam longe. Tem que quebrar as sementes, pois a resina curativa está dentro dela.

 

 

Leite da Moreira

100% Natural

 

    O Leite da Moreira é um composto fitoterápico, 100% natural e sem efeitos colaterais.

 

    Extraído de plantas medicinais da floresta Amazônica com propriedades medicinais e curativas, o Leite da Moreira previne e trata diversas doenças, isso porque sua atuação está diretamente relacionada com a metabolização de todas as células do nosso corpo.

 

    Sem exceção, todas as células do nosso corpo, produzem radicais livres em sua metabolização, isso acontece quando a célula converte os nutrientes dos alimentos que ingerimos em energia.

 

    Os radicais livres podem danificar as células sadias do nosso corpo e embora nosso organismo possua mecanismos que neutralizam estes radicais livres, eles não são neutralizados por completo, isso porque a capacidade do nosso organismo em neutraliza-los é muito variável pois está ligado ao nível de stress, a atividade física, o tipo de doença (caso exista), exposição solar e outros fatores ainda desconhecidos pela medicina.

 

    E estes radicais livres que não podem ser neutralizados vão ao longo de nossa vida, danificar as células do nosso corpo, nos levando a doenças e ao envelhecimento.

 

    O Leite da Moreira atua nos radicais livres do nosso corpo, revitalizando todas as células do nosso organismo.

 

Descrição: Descrição: http://leitemoreira.com.br/images/topicos_repete_sempre.gif

 

    A capacidade do Leite da Moreira em revitalizar as células do nosso organismo faz com que diversas doenças possam ser tratadas, curadas ou prevenidas.

 

    O Leite da Moreira é extraído de plantas medicinais como o Leite da Moreria, Manacá, Sucupira, Salsa-parrilha, Pocová, Bacurina (samambaia), Parí-paroba, Morurê, Impossível, Quebra-Pedra.

 

    Esta composição é capaz de prevenir e tratar diversas doenças desde que a doença não esteja em estágio terminal ou não seja um caso cirúrgico.

 

Outros chás:

 

Nome da Doença: Gota, excesso de ácido úrico (hiperuricemia), reumatismo gotoso*

 

 

Tratamento: DIRCEU: tomar o composto ÁCIDO ÚRICO (capítulos florais e rizoma de ARNICA-BRASILEIRA; folhas de BARDANA; rizoma e folhas de CHAPÉU-DE-COURO; folhas e ramos novos de CORDÃO-DE-FRADE; todas as partes de TAIUIÁ e todas as partes de TANCHAGEM). Indica também a planta: Sabugueiro. BOA INDICAÇÃO: CORDÃO-DE-FRADE (Leonitis nepetaefolia); CHAPÉU-DE-COURO (Echinodorus macrophyllus), podendo-se usar as duas espécies conhecidas (folha maior e folha menor).

 

 

Sintomas: Hiperuricemia é a presença de altas taxas de ácido úrico no sangue. O limite para homens é 6,8mg/dL, e 6,0mg/dL para mulheres (diagnosticado por exame de urina). Seu excesso no organismo pode levar à GOTA e em alguns casos acometimento renal. A gota é uma doença reumatológica, inflamatória e metabólica decorrente da deposição de cristais de ácido úrico nos tecidos e articulações. Quanto à causa, pode ser primária (hereditária) ou secundária (decorrente de outras doenças – do sangue, psoríase, insuficiência renal, obesidade, hipertensão, hipotireoidismo – ou alguns medicamentos – diuréticos, aspirina infantil, varfarina e óleo de copaíba). A gota se revela na forma de artrite e se manifesta normalmente a noite com inflamação articular (calor, rubor e edema) acompanhada de dor intensa em apenas uma articulação (geralmente o dedão do pé) e podem ocorrer febre e calafrios.

 

 

Dieta e Recomendações: Evitar (nos períodos de crise eliminar) alimentos que contribuem com o aumento dos níveis de ácido úrico em nosso organismo, tais como: limão, laranja, amendoim, carnes, embutidos, alimentos em conserva, ovos, queijos e outras fontes de proteínas animais e vegetais (inclusive o feijão). Dieta recomendada para desintoxicação do acido úrico para um dia tentando substituir as principais refeições por: alcachofra, Banana-prata, Melancia e Agrião. Como esta dieta é fortemente diurética, acompanhá-la com grande quantidade de líquidos. A bebida alcoólica é outro agente responsável pela elevação dos níveis de ácido úrico no organismo, portanto evite-o.