Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: C:\Users\Ervas\Desktop\ervas e doencas\aborto_arquivos\image001.jpg

Voltar a pagina inicial

Sarna ou escabiose

Fone 43 3325 5103

Descrição: Descrição: Descrição: remédio caseiro para micose

Micoses e coceiras. Como curar com remédios caseiros

Uma doença causada por fungos que pode atacar varias partes do corpo na pele, mas onde mais atacam são na virilha, nas axilas, nas costas e nos pés. Há também micoses no couro cabeludo, como as que provocam caspas, que são a pele se descamando. Há também micoses nas unhas, que causam unheiro. Aqui você aprende alguns remédios caseiros para micose.

Existe vários medicamentos para se tratar micoses, que agem tanto internamente como externamente. Os que agem externamente, às vezes não são tão eficazes como os que agem internamente, pois o paciente pode colocar em algumas áreas da pele e se esquecer de outras que não causam coceiras e não apresentam sintomas, mas quem tem fungos “trabalhando”. As que agem internamente, pode ser tratada com comprimidos comprados em farmácias que costumam ser mais eficazes contra as micoses, pois após tomar ele faz agir no corpo todo. Antes de comprar é necessário saber se o medicamento pode ser usado sem prescrição médica. Se houver uma tarja vermelha na caixa, você tem que procurar um médico para ele te receitar um remédio que achar conveniente.

Há também as receitas caseiras feitas com alimentos e ervas que tem o princípio ativo usados para se fazer o medicamentos contra micose que também pode ser usado de forma elas. Costumam também ser eficazes.

Abaixo listamos os remédios e práticas caseiras para fazer com que você consiga se livrar de micose sem precisar de ir ao médico ou à farmácia.

Usando a planta Chapéu-de-couro, Camomila, espinheira-santa, barbatimão, e velame do campo como remédios para micose

Todas estas plantas, depois de estudos, ficou provado cientificamente que age no corpo combatendo as micoses internamente. Escolha uma dessas plantas, faça chá com elas e tome xícaras a cada 3 dias (aprenda a fazer uma infusão/chá). Depois de uma semanas, se não passar, escolha outras e continue a fazer o tratamento, da mesma maneira que fez com a primeira. Depois da segunda vez ela com certeza já vai ter saído do seu organismo.

Banho de eucalipto para micoses e coceiras

O eucalipto, o chá feito das folhas secas, é muito usado para fazer inalação por quem tem problemas respiratórios, pois ele é anti-séptico. Ele também age contra as micoses, então você pode preparar um chá para colocar ele já frio dentro de uma bacia de água para tomar banho com ele. Este procedimento externo para curar micoses no corpo costuma ser eficaz porque no banho atinge todo o corpo.

Suco de uva com limão

Outra procedimento interno para curar micoses é tomar suco de uva com limão todos os dias antes das refeições. Primeiro faça um suco de uva bem forte num copo, abra um limão e esprema o sumo dentro do copo. Depois mexa bem. Após mexer é só tomar. Ele vai agir no seu organismo contra as micoses que coçam.

Evitando micoses na pele

  • Evite andar descalço pois além de pegar frieira, que muito incomoda, pode também pegar bicho-de-pé. Evite andar descalço principalmente pela rua de barro, onde tem esgoto com micróbios que a pessoa não vê.
  • Quando ficar bom, comece a prevenir para que não apareça de novo. É necessário tomar banho todos os dias, mantendo a higiene do corpo passando sabão em parte de pele grossa, e sabonete em parte íntimas. Esfregue com a bucha com sabão em partes de pele grossa.
  • Após sair do banho, para evitar micoses é bom usar uma toalha que esteja limpa para se secar. Não fique muito tempo com o corpo molhado e não use roupas úmidas recém saídas da máquina de lavar, para deixar secar no corpo.

Cura alternativa

Para auxiliar o tratamento indicado por uma médico especialista, pode-se utilizar-se do poder das plantas! Veja alguma indicações naturais:

  • Tome 250 ml de suco de agrião sempre pela manhã.
  • Suco de aipo com acréscimo de sal, vinagre e suco de limão, usado para lavagem das áreas atingidas.
  • Triture 4 dentes de alho e deixe de molho, depois utilizando a mesma água para lavar a região de foco da doença.
  • Consumir suco de manga adoçado com mel de abelhas 3 vezes ao dia.
  • Chá das folhas do alecrim, ministrando 4 xícaras ao dia.
  • Triture as folhas do anil e aplique como cataplasma 2 vezes ao dia, deixando em repouso por 30 minutos.
  • 3 xícaras de chá de arruda por dia.
  • Faça massagens da região afetada com azeite de oliva morno.

Os sintomas da doença são precisos, em geral nota-se a presença de:

  • Coceira intensa, que pode aumentar durante a noite;
  • Pequenas lesões, que podem formar uma crosta devido a coceira;
  • Vermelhidão;
  • Bolhas;
  • Escamas.

A higiene é um fator inicial de prevenção dessa patologia que agride também animais domésticos, apresentando sintomas semelhantes ao do homem. Deve-se evitar a permanência das mesmas roupas por longos horários, assim como artigos de cama e banho. O diagnóstico médico é necessário para ministrar o tratamento.

Descrição: Descrição: Descrição: Tratamentos para sarna

A sarna ou escabiose é uma doença infecciosa parasitária causada por ácaros, é contagiosa e a sua transmissão da-se no contato entre pessoas e animais, onde o parasita aloja-se na pele e deposita seus ovos, dando origem a outros parasitas.

A fêmea desse artrópode escavam a pele realizando a desova, a incubação dos ovos ocorre entre três a cinco dias, onde após a eclosão dos ovos, os microorganismos se desenvolvem dentro da pele, chegando a passar do estado de larva até adulto. Sua transmissão pode ocorrer por intermédio de objetos, porém a pele é o meio mais comum de contágio, em especial o contato sexual, mas a doença não pode ser considerada venérea, pois outras partes do corpo também podem transmitir os parasitas, o que é bem raro. As áreas de atuação dos ácaros mais comuns são os genitais (no caso dos homens), seios (mulheres), nádegas, ventre, axilas, punhos. Nas crianças a região dos pés, mãos e face podem ser atingidas.