Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: C:\Users\Ervas\Desktop\ervas e doencas\aborto_arquivos\image001.jpg

Voltar a pagina inicial

Tuberculose intestinal

Fone 43 3325 5103

Plantas medicinais utilizadas em comunidades rurais do município de Alagoa Nova – PB

 

Title:

Plantas medicinais utilizadas em comunidades rurais do município de Alagoa Nova – PB

Author:

Oliveira, Gilvânia Costa de

Abstract:

A utilização de plantas medicinais para curar enfermidades é uma pratica adotada pelas comunidades durante muitos anos, e esse conhecimento popular e passado de geração para geração. O presente trabalho objetivou realizar o levantamento etnobotânico a partir do conhecimento terapêutico de moradores dos sítios Titara e Cutias, situados no município de Alagoa Nova/PB. As informações foram obtidas através de questionário semi-estruturado aplicado a 20 moradores, os quais indicaram o uso terapêutico de 43 espécies vegetais, distribuídas em 28 famílias botânicas, predominando a Lamiaceae (21,4%), sendo o capim santo (Cymbopogon citratus) com (70%) a planta mais citada; e as partes mais utilizadas, a folha (60%) e o caule (17%). Quanto a forma de preparo, destacou-se o chá (65,1%) e a garrafada com (18,6%). Tendo sido listadas 62 indicações terapêuticas, constatando-se 95,2% de confirmação cientifica. Portanto, o uso de plantas medicinais constitui uma alternativa para os habitantes da comunidade estudada, pratica essa utilizada por muitos anos e perpetuada entre as gerações.

Description:

OLIVEIRA, G. C. de. Plantas medicinais utilizadas em comunidades rurais do município de Alagoa Nova – PB. 2012. 37f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas)- Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, 2012.

Mastruz

PUBLICIDADE

O Mastruz é uma planta medicinal também conhecida por erva de santa maria, lombrigueira, quenopódio ou ambrosia. Ela pode ser utilizada no tratamento de doenças como bronquite e pé de atleta, devido aos óleos essenciais que possui.

O mastruz cresce espontaneamente em terrenos arredores de habitações, possui folhas verde escura, alongadas e de diferentes tamanhos, suas flores são pequenas e de cor esbranquiçada, tem cheiro forte e desagradável e atinge até 70 cm de comprimento. Pode ser comprado em alguns mercados e lojas de produtos naturais e tem o nome cientifico Chenopodium Ambrosioides.

Para que serve o mastruz

O mastruz serve para o tratamento de rouquidão, circulação, pé de atleta, fraturas, gripes, varizes, hemorróidas, tuberculose, angina, asma, parasitas intestinais, repelente de insetos, bronquite, cãibras, resfriados, contusões.

Propriedades do mastruz

O mastruz possui propriedade anti-inflamatória, expectorante, vermífuga, cicatrizante, aromática, sedativa, abortiva, digestiva, antifúngica, antimicrobiana e antiviral. 

O mastruz também possui propriedades que atuam na constipação intestinal, em coceiras e recuperação da pele ferida por ser emoliente.

Modo de uso do mastruz

Podem ser usadas folhas, flores e sementes em infusões, misturado com leite, tintura, xarope, extrato ou essência, no tratamento de uso interno ou compressas.

  • Infusão de mastruz: colocar uma xícara de café, da planta fresca com sementes, em 500 ml de água fervente e deixar repousar por 10 minutos. Depois coar e beber uma xícara de 6 em 6 horas. Esta infusão é indicada para o tratamento de problemas de estômago.

Efeitos colaterais do mastruz

Os efeitos colaterais do mastruz incluem irritação na pele e mucosas, dor de cabeça, vômito, aborto, danos no fígado, náuseas e transtornos visuais caso seja usado em doses elevadas.

Contraindicações do mastruz

O mastruz é conta indicado no caso de gravidez e em crianças com menos de 2 anos. O mastruz é uma erva medicinal tóxica e a orientação médica é necessária para definir a dose recomendada.

 

A tuberculose é uma doença que geralmente ataca os pulmões, mas tem casos que a doença ataca os rins, estalos nos ossos e o intestino. A tuberculose é uma doença muito perigosa, se não houver tratamento ela pode levar à morte.

Descrição: Tuberculose

Tuberculose

Todos os anos, milhares de pessoas são infectadas com a doença; os lugares mais comuns são na África e Ásia, pois nessas regiões existem muitas pessoas com o vírus HIV e AIDS, esse tipo de vírus deixa o organismo mais frágil, assim ele acaba não tendo forças para combater a tuberculose.

Sintomas da tuberculose

Os sintomas principais da tuberculose são: mal estar, perda de apetite, febres baixas, dores nos peitos, suor durante à noite e tosse seca.

Remédio caseiro para tuberculose

Ingredientes:

2 colheres de sopa de calêndula
Água

Modo de preparo:

Pegue uma xícara, coloque água e ferva. Ainda com a água fervendo coloque a calêndula, cubra com um pano ou tampa e deixe esfriar. Você deve tomar logo em seguida.
Esse remédio pode ser consumido uma vez por dia, ele tem a função de um anti-inflamatório.

Outra dica importante é consumir suco de uva diariamente, pois ele serve para desintoxicar os pulmões e até mesmo as vias respiratórias.